ELEIÇÕES 2022: Conheça os planos dos presidenciáveis para a EDUCAÇÃO

Pontos-chave
  • Educação é tema recorrente entre candidatos à presidência.
  • Muitos candidatos defendem o ensin integral.
  • Orçamento pode ser um desafio para os planos dos candidatos.

A educação é um dos grandes desafios para os candidatos à presidência. Inclusive, esse pode ser um ponto importante na definição das Eleições 2022. Conhecer a proposta de todos os candidatos pode te ajudar na hora da escolha.

ELEIÇÕES 2022: Conheça os planos dos presidenciáveis para a EDUCAÇÃO
ELEIÇÕES 2022: Conheça os planos dos presidenciáveis para a EDUCAÇÃO (Imagem: FDR)

No começo desse ano o IBGE divulgou os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) que apontam para o crescimento do analfabetismo entre as crianças no Brasil. Na faixa etária de 6 e 7 anos o percentual de analfabetos foi de 66,3%.

Nessa idade a criança já deveria, na teoria, estar aprendendo a ler e a escrever; o número também é preocupante entre as pessoas acima dos 15 anos. São 11 milhões de analfabetos no país.

Os números apontam para a necessidade de uma maior atenção para a educação brasileira, em ano eleitoral esse ponto deve ser observado com bastante atenção.

Propostas para a educação nas Eleições 2022

As Eleições 2022 acontecem em 2 de outubro, o primeiro turno; confira os planos de governo nos presidenciáveis para a educação.

Jair Messias Bolsonaro (PL)

  • Ações voltadas às disciplinas centrais da educação;
  • Continuação do trabalho sem ideologia de gênero;
  • Aproveitamento da expansão tecnológica na educação, com a inclusão de matérias como programação, inteligência artificial e outras;
  • Capacitação para os professores trabalharem com tecnologia;
  • Valorização dos professores.

Luiz Inácio Lula da Silva (PT)

  • Retirada do teto de gastos da educação;
  • Retomar os investimentos na educação básica à superior;
  • Retomar a oferta de iniciação científica, graduação e pós-graduação;
  • Combater o analfabetismo;
  • Criar um programa de recuperação do ensino para os estudantes afetados pela pandemia;
  • Criação de políticas voltadas à permanência de jovens LGBT+, negros, indígenas, quilombolas e outras minorias sociais.

Ciro Gomes (PDT)

  • Universalização das creches em tempo integral;
  • Qualidade e valorização dos professores;
  • Oferta de cursos de formação continuada para os professores, diretores e demais profissionais envolvidos na educação;
  • Criação do projeto “Minha escola, meu emprego, meu negócio”, que tem o foco na oferta de cursos técnicos, profissionalizantes e estágio remunerado aos estudantes do ensino médio;
  • Alfabetização na idade certa;
  • Ensino fundamental integral;
  • Construção de mais escolas nos bairros mais populosos;

Soraya Thronicke (União Brasil)

  • Fortalecimento da educação de nível básico e médio;
  • Plano de ações integrado com governadores, prefeitos e Ministério da Educação;
  • Implantação de um programa nacional de desempenho e de capacitação pedagógica e tecnológica para os professores;
  • Combate ao analfabetismo;
  • Fortalecimento da educação de nível fundamental e médio;
  • Criação de um novo currículo escolar que seja mais “estimulante”;
  • Implementação de novas escolas cívico-militares e o ensino da matéria Cidadania e Brasilidade do ensino básico ao superior;
  • Inserção do setor privado na educação pública.

Simone Tebet (MDB)

  • Isentar os professores do Imposto de Renda (IR);
  • Prioridade para trazer as crianças e jovens para o orçamento federal;
  • Fortalecimento da educação básica através do trabalho conjunto com estados e municípios;
  • Obrigatoriedade de que os cursos de pedagogia sejam presenciais e de responsabilidade das universidades públicas;
  • Ensino integral para o ensino fundamental II e médio;
  • Ensino médio profissionalizantes;
  • Recomposição da aprendizagem defasada pela pandemia;
  • Erradicação do analfabetismo;
  • Compromisso com o Plano Nacional de Educação.
ELEIÇÕES 2022: Conheça os planos dos presidenciáveis para a EDUCAÇÃO (Imagem: FDR)
ELEIÇÕES 2022: Conheça os planos dos presidenciáveis para a EDUCAÇÃO (Imagem: FDR)

Felipe D’Avila (Novo)

  • Elevar a educação brasileira à vigésima posição no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) em oito anos;
  • Subir para 7 a média do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM);
  • Diminuir o analfabetismo;
  • Adoção nacional do Centro Comunitário da Paz (Compaz), com oferta de atividades educacionais extracurriculares;
  • Financiamento privado da educação pública;
  • Melhoria no ensino médio;
  • Oferta de mais cursos para os professores;
  • Aumento dos critérios para a seleção dos professores.

Pablo Marçal (Pros)

  • Criação de bonificações para os estudantes com bons desempenhos;
  • Valorização dos jovens com altas habilidades;
  • Adição de disciplinas de empreendedorismo, gestão e finanças ao currículo escolar;
  • Mais investimentos em ciência e tecnologia;
  • Maior número de bolsas de metrado e doutorado;
  • Retorno do Programa Ciência Sem Fronteiras;
  • Criação da “Universidade Federal Digital” com foco em cursos de graduação para as profissões do futuro.

Léo Péricles (UP)

  • Plano Nacional de Escola Básica Integral, com formação intelectual, social, cultural e física;
  • Criação de uma rede de acompanhamento do desenvolvimento da educação básica no país;
  • Aumento do investimento em ciência e tecnologia;
  • Construção de mais escolas que ofertem o ensino técnico.

Sofia Manzano (PCB)

  • Revogação das mudanças no Esnino Médio e da lei das escolas cívico-militares;
  • Criação de um programa nacional de alimentação escolar;
  • Construção de creches universitárias públicas federais;
  • Fim do vestibular;
  • Estatização de todas as instituições de ensino superior;
  • Aumento do número de vagas para estudantes de baixa renda em universidades públicas, a maior parte das vagas será para esse público;
  • Criação da Lei de Responsabilidade Social, para captação de recursos para essa e outras áreas.

Vera Lúcia (PSTU)

  • Diretriz geral: educação pública, gratuita e de qualidade para todos;
  • Aumento das verbas destinas à educação;
  • Implementação da lei de educação sexual nas escolas;
  • Acesso livre às universidades;
  • Maior incentivo à produção científica no nível superior.

Eymael (DC)

  • Fortalecimento da educação básica e média;
  • Ampliação do ensino integral na educação fundamental e média;
  • Implantação do projeto Ensino inclusivo, com foco nos estudantes do deficiências;
  • Maior investimento em equipamentos de informática e internet;
  • Inclusão da disciplina “Educação Moral e Cívica”.

Para saber mais sobre vagas de emprego, vestibulares e cursos, acompanhe a editoria de Carreiras do FDR.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Jamille NovaesJamille Novaes
Já atuei como professora de língua portuguesa e corretora textual. A produção de texto sempre foi minha paixão, foi na redação do FDR que me encontrei como profissional, por isso me dedico ao meu trabalho e, em busca de oferecer o meu melhor na produção de conteúdo do FDR tenho realizado cursos como o de UX Writing para Transformação Digital, Comunicação Digital e Data Jornalismo: Conceitos Introdutórios e o curso de Produção de Conteúdos Digitais.