Mês de junho foi mais favorável para BANCOS do que para as corretoras NESTE aspecto

Em junho, o atendimento dos bancos aos clientes melhorou. No entanto, o relacionamento das corretoras com os usuários piorou no período. A apuração integra o Índice de Qualidade de Atendimento de Bancos e Plataformas, criado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), em parceria com a consultoria Toluna.

publicidade
Mês de junho foi mais favorável para bancos do que para as corretoras neste aspecto
Mês de junho foi mais favorável para bancos do que para as corretoras neste aspecto (Imagem: Montagem/FDR)

Na comparação mensal, conforme avaliação dos próprios correntistas, o atendimento dos bancos melhorou 0,47%. Já o atendimento das corretoras de investimentos piorou 1,12%.

Com relação ao índice geral, que considera relacionamento com os dois tipos de instituição, foi observada uma redução de 0,56%.

publicidade

Desde novembro do ano passado, o índice vem registrando tendência de queda, sem diferenciar bancos e plataformas.

Segundo o coordenador do Centro de Estudos em Finanças da FGV e professor responsável pela pesquisa, William Eid, “é nítido que a qualidade de atendimento vem caindo”.

Eid afirma que, agora, os bancos tiveram uma pequena recuperação no relacionamento. No entanto, o índice geral segue em redução.

Para realizar o levantamento, são avaliados nove critérios:

  • Eficiência, que considera a facilidade de uso e organização das ferramentas;
  • Disponibilidade, que leva em conta problemas e disponibilidade no site ou aplicativo;
  • Realização, que analisa os prazos de encerramento das operações;
  • Privacidade, que avalia a segurança de dados e informações dos usuários;
  • Responsabilidade, que leva em conta a resolução de possíveis problemas;
  • Aconselhamento, que considera a clareza e resultados do que é orientado pelos funcionários da instituição;
  • Contato, que avalia a facilidade na resolução de problemas por meio de contatos pessoais;
  • Valor percebido, que analisa a transparência e competitividade de custos diversos;
  • Lealdade, que a analisa a indicação da instituição a amigos e parentes.

Comparação no atendimento entre bancos e corretoras

Ao analisar separadamente os tipos de instituição, os bancos registraram melhora em quase todos os critérios, menos em “contato” e “valor percebido”.

publicidade

As corretoras, por outro lado, tiveram melhora somente em “contato”, “aconselhamento” e “privacidade”.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Apesar da melhora no atendimento dos bancos, grande parte dos clientes ainda prefere realizar investimento por meio de plataformas. Conforme a pesquisa, 40,72% das pessoas informaram que utilizam bancos como primeira opção para aplicações — contra 59,28% que utilizam as plataformas, primeiramente.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.