Este deveria ser o salário mínimo ideal para sustentar uma família

Em junho, o salário mínimo ideal para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria ser de R$ 6.527,67. O cálculo faz parte da Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, divulgada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) nesta quarta-feira (6).

publicidade
Este deveria ser o salário mínimo ideal para sustentar uma família
Este deveria ser o salário mínimo ideal para sustentar uma família (Imagem: Montagem/FDR)

O salário mínimo necessário para junho equivale a 5,39 vezes o piso nacional atual, de R$ 1.212.00. no mês de maio, o valor mínimo necessário era de R$ 6.535,40, ou 5,39 vezes o piso mínimo.

Já em junho do ano passado, a quantia mínima ideal para uma família de quatro pessoas era de R$ 5.421,84. Este valor, por sua vez, equivalia a 4,93 vezes o mínimo vigente na ocasião, de R$ 1.100,00.

publicidade

Na comparação anual, a diminuição no salário mínimo ideal acontece por conta da leve desaceleração da inflação. Em junho, o custo da cesta básica de alimentou subiu em nove das 17 capitais pesquisadas pelo Dieese.

Entre os meses de maio a junho, as grandes altas aconteceram no Nordeste. Estas foram as cidades: Fortaleza (4,54%), Natal (4,33%) e João Pessoa (3,36%).

Na outra ponta, oito cidades brasileiras tiveram diminuições, sendo que as mais consideráveis foram registradas no Sul: Porto Alegre (-1,90%), Curitiba (-1,74%) e Florianópolis (-1,51%).

Segundo comparação do preço da cesta básica entre junho de 2022 e junho de 2021, todas as cidades. As variações que se destacaram no período foram Natal (15,53%), Aracaju (15,03%), Recife (15,02%) e João Pessoa (14,86%).

Relação entre cesta básica e salário mínimo

Em junho deste ano, o tempo médio necessário para comprar os produtos da cesta básica foi de 121 horas e 26 minutos. Esse tempo ficou acima do registrado em maio, de 120 horas e 52 minutos. Já em junho do ano passado, a jornada necessária ficou em 111 horas e 30 minutos.

Ao comparar o custo de vida e o salário mínimo líquido (ou seja, depois do desconto de 7,5% relativo à Previdência Social), o levantamento constata que o trabalhador remunerado pelo salário mínimo comprometeu, em média, em junho deste ano, 59,68% do rendimento para comprar os produtos da cesta.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Esse percentual ficou pouco acima do observado em maio, quando foi de 59,39%. Em junho do ano passado, quando o salário mínimo era de R$ 1.100,00, o percentual tinha ficado em 54,79%.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.