Renda extra na aposentadoria: conheça estas ótimas opções

Infelizmente, muitos brasileiros ainda não se planejam financeiramente para a velhice, período em que costumamos vivenciar uma queda de renda, devido à aposentadoria. E com a reforma da previdência aprovada em 2019, obter uma renda suficiente na terceira idade se tornou ainda mais difícil.

publicidade

Especialistas recomendam apostar em outros tipos de investimentos financeiros, além da aposentadoria pelo INSS. Neste artigo, explicaremos quais são e como funcionam essas alternativas. Confira!

Quais investimentos garantem conforto na velhice?

Em qualquer investimento, é essencial diversificar, e isso também é verdade para quem deseja investir pensando em ter segurança financeira na velhice. Os especialistas recomendam alocar, nessa carteira de longo prazo, pelo menos três tipos de investimento: previdência privada, renda fixa e renda variável.

O que esperar da bolsa de valores no segundo semestre, em meio à inflação e eleições?
Apesar de mais arriscados, investimentos em ações também podem ajudar na velhice. (Imagem: Montagem/FDR)
publicidade

Previdência privada

A previdência privada é um tipo de investimento de longo prazo, que garante retornos através do mecanismo de capitalização.

Ela deve ser pensada como um complemento à previdência social, e não como um substituto. Isso porque a renda obtida com a previdência privada não costuma ser equivalente à aposentadoria pelo INSS.

Uma das suas vantagens é permitir um acesso mais fácil de dependentes ao dinheiro em caso de falecimento do titular, diferente de outras aplicações financeiras.

Se você deseja investir em previdência privada, deve, antes de tudo, entender as duas modalidades existentes: PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) e VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre). As duas se diferenciam, basicamente, quanto à forma como são tributadas no Imposto de Renda.

Os planos de previdência privada podem, ainda, ser mais ou menos agressivos, dependendo do perfil do investidor.

Renda fixa

A renda fixa é um dos investimentos mais seguros que existem, apesar de não dar retornos tão atraentes quanto outros tipos de aplicações.

publicidade

Os títulos de renda fixa podem ser importantes para se proteger da inflação. Os títulos do Tesouro Nacional, por exemplo, podem dar retorno igual à inflação mais os juros pré-fixados.

Outra vantagem da renda fixa é a possibilidade de contar com o Fundo Garantidor de Crédito, que cobre perdas de até R$ 250 mil.

Renda variável

Por fim, destacamos um tipo de aplicação que envolve mais riscos e que é recomendado para investidores mais arrojados.

publicidade

Na renda variável, o destaque vai para os ETF’s (Exchange Traded Funds), fundos que oscilam de acordo com indicadores econômicos, e para as ações de companhias em setores mais estáveis, como commodities e energia elétrica.

Esses tipos de papeis tendem a dar bastante retorno no longo prazo, apesar de oscilarem no curto prazo.

Conhecimento e paciência

Antes de começar a investir, é importante que você organize as suas finanças. Quitando dívidas e formando uma reserva de emergência, você terá uma segurança maior em caso de perdas nos investimentos.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Outro cuidado importante é sempre procurar conhecimento sobre o mercado financeiro, seu funcionamento e sua evolução contínua. Nada de se arriscar em aplicações que você ainda não estudou a fundo!

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amaury Nogueira
Amaury da Silva Nogueira é bacharelando em Letras/Edição pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Apaixonado pelo universo da escrita, atua há dois anos como redator e realiza pesquisas sobre história da edição no Brasil. Além disso, atualmente pesquisa também sobre direitos e benefícios sociais para agregar conhecimento na redação do portal de notícias FDR.