Como funciona o empréstimo com garantia?

Pontos-chave
  • Empréstimo com garantia é uma forma de pagar menos juros
  • Taxas costumam ser mais baixas em comparação com outras modalidades
  • Se atente a golpes

Sabe aquele momento que precisamos de um empréstimo em momentos inesperados ou para pagar uma dívida? É importante ter em mente que nem sempre isto é sinônimo de problema e existem formas de conseguir crédito sem complica o orçamento. Estamos falando do empréstimo com garantia.

publicidade
Número de vagas de trabalho aumentam, mas salário inicial caiu; confira o valor
FDR Responde: como funciona o empréstimo com garantia? (Imagem: Montagem/FDR)

Diferente dos modelos de crédito tradicionalmente ofertados, os empréstimos que utilizam algum bem como garantia de pagamento geralmente tem taxas de juros mais baixas. Isto acontece pois com uma garantia registrada, os bancos ou instituições financeiras assumem riscos mais baixos em comparação com modalidades comuns, o que permite ofertar juros mais baixos.

No Brasil atualmente, três tipos de empréstimo com garantia estão se tornando muito usados: garantia de imóvel, veículo e o consignado privado (aquele que utiliza o salário como garantia).

publicidade

Como funciona o empréstimo com garantia?

Este tipo de empréstimo pode ser uma boa opção tanto para pessoas físicas como para pessoas jurídicas. O bem fica transferido e serve de garantia de pagamento das parcelas do empréstimo.

Este formato de crédito é chamado de alienação fiduciária, popularmente conhecido como a antiga hipoteca. O proprietário faz a alienação do seu bem com o objetivo de contratar o empréstimo com prazo mais longo de pagamento e juros mais amenos.

Quando o pagamento é concluído, o bem retorna para o nome do proprietário e a posse direta permanece sendo dele. Entenda cada modalidade.

  • Empréstimo com garantia de veículo

É muito comum utilizar o veículo como garantia, já que diversos brasileiros possuem um. Esta modalidade permite que contratante consiga obter o valor desejado com juros de até 20,80% ao ano, taxa muito mais amena muito cobradas em linhas de créditos mais populares, como cartão de crédito e cheque especial.

Para conseguir o empréstimo é necessário que o carro já esteja quitado para que ele passe a pertencer temporariamente à financeira ou banco que ofertou o crédito. A posse do bem continua sendo do dono original do veículo, sendo assim é possível rodar normalmente.

publicidade
  • Empréstimo com garantia de imóvel

Como o nome já diz, nesta modalidade é possível usar seu imóvel comercial ou residencial como garantia.

É possível solicitar entre R$ 30 mil e R$ 3 milhões nesta modalidade. Os juros são de somente 9,4% ao ano, bem mais amenas, e a simulação também é gratuita.

publicidade

Aqui existe uma diferença em comparação com a garantia de veículo, já que o imóvel não precisa estar totalmente pago, no entanto, este crédito é mais burocrático. Isso acontece porque é necessário ter a certeza da validação da garantia.

Nesta modalidade o contratante deve ficar atento a dois pontos importantes:

  • O valor do empréstimo não ser maior que de 60% do valor imóvel
  • Se o empréstimo não for pago, o banco pode leiloar o imóvel.
publicidade

Essa modalidade de crédito que também é conhecida como home equity, está cada vez mais presente no Brasil.

  • Consignado privado 

Por fim, o consignado é voltado para pessoas que trabalham em empresas privadas conveniadas com instituições financeiras. O valor do empréstimo sempre é concedido de acordo com o salário do funcionário da empresa.

publicidade

Nesta modalidade, as parcelas do empréstimo são descontadas automaticamente todos os meses direto da folha de pagamento do funcionário.

Fique atento aos golpes

É importante sempre ficar ligado em sites e aplicativos que oferecem empréstimos pela internet com a promessa de taxas mais amenas do que as praticadas pelos grandes bancos.

Sempre busque saber o banco ou financeira que está por trás desta oferta e a credibilidade.

publicidade

“Esses correspondentes bancários têm crescido absurdamente, com publicidade apelativa, mas eles não têm o mesmo compromisso que os bancos e financeiras com a operação e a orientação financeira ao dar o crédito”, disse ao Exame Invest o economista do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) Ione Amorim.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Organização das finanças

Por fim é extremamente importante organizar suas finanças pessoais, já que na maioria dos casos em que um empréstimo é solicitado, a vida financeira não está saudável. Organize seu orçamento para poder pagar o que deve e para evitar novas dívidas.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.