Vale Gás deve começar a ser pago mensalmente; acompanhe as mudanças

Mudanças previstas para benefício podem entrar em vigor e Vale Gás deve começar a ser pago todos os meses. Atualmente, o programa nacional oferece metade do valor médio do botijão de 13kg a cada dois meses para famílias beneficiárias.

publicidade
Vale Gás: confira como fazer seu cadastro para receber o benefício
Vale Gás deve começar a ser pago todos os meses; acompanhe as mudanças. (Imagem: FDR)

O pagamento mensal do vale gás está sendo estudado pela cúpula do Palácio do Planalto que analisa a possibilidade da ampliação do benefício para a maior frequência no depósito dos valores.

Vale gás mensal segue em discussão 

O governo trabalha com duas propostas para o programa nacional do vale gás. Uma delas prevê o pagamento mensal do benefício e outra que visa o aumento dos valores repassados, que atualmente equivale a metade do preço do gás de cozinha de 13kg, se tratando de uma ajuda de custo.

publicidade

Até o presente momento, no ano de 2022, o vale gás nacional realizou pagamentos nos meses de fevereiro, abril e em junho. O projeto de autoria do Congresso Nacional defende que o intervalo de dois meses para os repasses é o ideal para as famílias beneficiadas.

Se aprovada, a ampliação da frequência proposta deve garantir mais seis pagamentos do vale gás nacional ainda em 2022 para as famílias contempladas com o programa. Entretanto, a medida garantiria o novo formato apenas até dezembro, até lá os repasses dos valores aconteceriam mensalmente. Em janeiro de 2023, o programa retornaria aos pagamentos bimestrais.

Vale gás mensal em análise

Segundo informações do ‘O Globo’ dadas na última quinta-feira (23), além das propostas de mudanças no vale gás, seguem também para avaliação no Congresso Nacional medidas de alteração para o Auxílio Brasil e a proposta do novo voucher para os caminhoneiros.

A ideia do Auxílio Combustível prevê pagamento de ajuda de custo para caminhoneiros autônomos durante os próximos seis meses. A proposta em discussão é de que os repasses se iniciem no valor de R$ 400, podendo ser posteriormente elevados a R$ 1 mil por mês.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

As medidas que tentam amenizar o impacto da alta dos combustíveis no bolso do consumidor vem enfrentando resistência do setor econômico que argumenta furo no teto de gastos. Com o envio dos documentos oficiais com as propostas ao Congresso Nacional para acontecer nesta segunda-feira (27), novas atualizações referentes às medidas devem ser anunciadas em breve.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.