Estes fundos imobiliários pagam aluguel acima da Selic

O atual ciclo de aumento da taxa Selic vem tornando os investimentos de renda fixa mais atrativos. Em meio a este cenário, alguns têm considerado a possibilidade de se livrar de ativos de risco, como os fundos imobiliários. Apesar disso, ainda existem FIIs com dividendos em 12 meses acima da atual Selic.

Estes fundos imobiliários pagam aluguel acima da Selic
Estes fundos imobiliários pagam aluguel acima da Selic (Imagem: Montagem/FDR)

Nesta semana, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central elevou a taxa Selic de 12,75% para 13,25% ao ano. Esta foi a décima primeira alta consecutiva da taxa básica de juros da economia.

Como os investimentos de renda fixa oferecem menos risco, este cenário tende a haver uma migração da renda variável para esses ativos mais estáveis.

De qualquer modo especialistas e representantes do mercado, apurados pelo InfoMoney, evitam relacionar os fundos imobiliários e a taxa Selic. Essas pessoas destacam que, mesmo que fizesse sentido essa comparação, diversos FIIs ainda pagam dividendos acima do indicador.

Fundos imobiliários que pagam aluguel acima da Selic

Conforme levantamento feito pela plataforma de informações financeiras Economatica, e divulgado pelo InfoMoney, há pelo menos 18 fundos imobiliários que ofereceram retorno com dividendos (dividend yield) maior que 13,25% em 12 meses.

A pesquisa leva em conta somente os FIIs que integram o Ifix — índice dos fundos imobiliários mais líquidos da bolsa de valores brasileira, a B3.

Nessa lista, há retornos com dividendos de até 18%. Este percentual se refere ao Valora Hedge Fund (VGHF11). Confira a lista completa, e os respectivos dividend yield no período de 12 meses:

  • Valora Hedge Fund (VGHF11): 18,02% (tipo TVM)
  • Urca Prime (URPR11): 17,10% (tipo TVM)
  • Átrio Reit (ARRI11): 15,62% (tipo TVM)
  • SP Downtown (SPTW11): 15,32% (tipo Outros)
  • Devant (DEVA11): 15,06% (tipo TVM)
  • Kinea Índice de Preços (KNIP11): 14,83% (tipo TVM)
  • Vectis Juros Real (VCJR11): 14,82% (tipo TVM)
  • REC Recebíveis (RECR11): 14,77% (tipo TVM)
  • Arctium Real Estate (ARCT11): 14,65% (tipo Outros)
  • Valora CRI (VGIP11): 14,59% (tipo TVM)
  • NCH High Yield (NCHB11): 14,49% (tipo TVM)
  • Versalhes Recebíveis (VSLH11): 14,41% (tipo TVM)
  • Kinea High Yield (KNHY11): 14,30% (tipo TVM)
  • Kinea Securities (KNSC11): 14,08% (tipo TVM)
  • AF Invest CRI (AFHI11): 14,03% (tipo TVM)
  • Hectare (HCTR11): 13,86% (tipo TVM)
  • Habitat (HABT11): 13,80% (tipo TVM)
  • Riza (RZAK11): 13,75% (tipo TVM)

Para a realização do levantamento, a Economatica considerou números de até 14 de junho deste ano.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.