Presidente da Petrobras faz sugestão para preços dos combustíveis

Na última sexta, 10, Rafael Chaves, diretor executivo de Relacionamento Institucional e Sustentabilidade da Petrobras, se mostrou favorável para que a empresa siga praticando preços de mercado para os combustíveis. A declaração foi dada durante 16º Fórum IBEF Oil, Gas & Energy 2022, no Rio de Janeiro.

“Só tem dois tipos de preço: o de mercado e o tabelado, a gente não pode cair na tentação de praticar preços tabelados. A gente aprendeu isso no passado. E se não aprendeu no passado, aprende com o vizinho. Preço tabelado não funciona”, disse ele  citando de forma indireta a falta de diesel na Argentina.

Esta fala de Rafael aconteceu um dia depois da União remeter uma lista de indicados para o Conselho de Administração da Petrobras contendo 10 nomes, que deste total, seis são novos e potencialmente alinhados com os interesses do Planalto de controlar os preços. 

Na visão do diretor, o aumento de preços do petróleo ou de derivados funciona como um sinalizador para a economia, ao passo que segura a demanda e alerta o lado da oferta para estimular os investimentos e a produção. “Se a gente achar que tem alguém iluminado, seja do Legislativo, do Executivo ou do Judiciário, que é iluminado e usa a caneta para definir preços, estamos errados”, afirmou.

Logo depois, Rafael falou sobre a necessidade de conservar a liberdade econômica e os investidores. “Quanto mais investidores, mais investimentos. Tem que fazer do Brasil um porto seguro para esses investidores e, para isso, tem que se respeitar os preços de mercado”, disse.

Por fim, ele também defendeu que seja feita uma transição energética de maneira gradual que faça o equilíbrio de fontes fósseis com renováveis e disse que por conta da produção do pré-sal emitir menos de 10 quilos de carbono equivalente por barril, deve permanecer em um cenário em que a média mundial é de 17 quilos de carbono equivalente por barril. “Se deixa de tirar (petróleo) do pré-sal e tira de outro lugar, isso aumenta em 70% a emissão”, falou Rafael.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.