Paulo Guedes anuncia novas reduções tributárias para amenizar a inflação

O governo está trabalhando pesado na tentativa de diminuir o preço dos alimentos, principalmente dos que compõem a cesta básica. Para isso, novas reduções de impostos serão realizadas com o intuito de diminuir a inflação, segundo o ministro da economia.

Paulo Guedes anuncia novas reduções tributárias para amenizar a inflação
Paulo Guedes anuncia novas reduções tributárias para amenizar a inflação (Imagem: Montagem/FDR)

Na última quinta-feira (9), o ministro da Economia, Paulo Guedes, salientou o trabalho do governo para diminuir o preço dos alimentos. Segundo ele, o governo está abaixando os impostos, assim contribuindo para a cadeia produtiva do país.

O ministro participou da abertura do Fórum da Cadeia Nacional de Abastecimento, promovido pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Na ocasião falou sobre as ações do governo para diminuir o preço dos alimentos e controlar a inflação.

Além disso, falou da importância do Brasil na segurança alimentar e energética de todo o mundo, principalmente durante a pandemia de COVID-19. Para ele, o país é, sem dúvidas, essencial para a manutenção alimentar do planeta, devido a sua alta produção de alimentos.

O Fórum no qual o ministro participou ocorre anualmente e tem como intuito reunir lideranças de vários setores como empresários e autoridades governamentais. Na reunião são debatidos os principais desafios estratégicos, econômicos, mercadológicos, institucionais e regulatórios. 

Redução de impostos

Um dos impostos reduzidos foi o de importação, sendo essa ação nunca feita por outro governo. Além disso, produtos da cesta básica, como desossados, grãos, arroz e feijão tiveram os impostos federais zerados.

Outro imposto reduzido pelo governo e levado pelo ministro durante sua fala foi o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). Esse imposto teve 35% de redução. Já o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) foi zerado. 

Proposta para diminuir a inflação

Diante de tudo isso, Guedes afirmou que “estamos dando a nossa contribuição para a nossa cadeia produtiva”. Durante o fórum, o presidente da Abras, João Galassi, apresentou uma proposta para ajudar o país no controle dos preços dos alimentos. 

Para Galassi, os supermercados devem congelar os preços dos alimentos até o próximo ano. A proposta recebeu apoio de Guedes, que fez um apelo para que os empresários da cadeia de supermercados ajudem nesse momento.

O ministro disse que o governo está aberto para outras sugestões, inclusive do setor de supermercados. “Apoiamos todas as sugestões que vocês deram, o S, do social, está na hora de nós testarmos o nosso capital institucional, o capital de solidariedade, de fraternidade, de trabalharmos juntos”.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.