Paulo Guedes elabora nova estratégia para reduzir a inflação

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo está fazendo a sua parte para reduzir o preço dos alimentos que estão sofrendo com a inflação. Para isso estão sendo baixados os impostos dos itens que compõem a cesta básica.

Paulo Guedes elabora nova estratégia para reduzir a inflação
Paulo Guedes elabora nova estratégia para reduzir a inflação (Imagem: Montagem/FDR)

O governo reduziu os impostos de importação e todos os outros impostos federais sobre a cesta básica. Assim, segundo Guedes, alimentos como desossados, grãos, arroz e feijão tiveram os impostos federais zerados.

O ministro salientou que a redução dos impostos sobre os alimentos ocorre pela primeira vez em 40 anos de Mercosul. Além disso, o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) teve redução de 35 e o  ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços] foi zerado.

Diante disso, Guedes afirmou que o governo está fazendo a sua parte para a redução no preço dos alimentos. O pronunciamento foi feito na última quinta-feira (9) na abertura do Fórum da Cadeia Nacional de Abastecimento, promovido pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

O Fórum é um programa anual que reúne lideranças em um debate sobre os principais desafios da cadeia nacional de abastecimento. O fórum aconteceu durante toda a quinta-feira e pôde ser acompanhado pelo Youtube.

(7) Afinal, como funciona o ICMS e por que ele gera tanta polêmica? – YouTube

Durante a sua fala, o ministro salientou a importância do Brasil na segurança alimentar e energética do mundo inteiro. Segundo ele, essa importância se mostrou ainda mais necessária durante a pandemia.

“O Brasil é um gigante verde, é o protagonista mais importante da segurança energética e alimentar no mundo”, declarou Guedes durante sua fala inicial. Esse protagonismo também está sendo usado por Bolsonaro na busca de apoio ao controle da inflação.

Na ocasião, o presidente da Abras, João Galassi, apresentou uma proposta para controlar a inflação sobre os alimentos da cesta básica. Segundo ele, a cadeia de supermercados deve congelar os preços desses itens até o próximo ano.

Essa proposta recebeu apoio do ministro Paulo Guedes e do Presidente da República, Jair Bolsonaro. Diante disso, o chefe do executivo vem fazendo um apelo à cadeia de supermercados para ajudar o governo a controlar a inflação.

Guedes afirmou que o governo está aberto a outras sugestões do setor de supermercados. O momento agora, segundo ele, é de apoio e testar o “nosso capital institucional, o capital de solidariedade, de fraternidade, de trabalharmos juntos para manter o Brasil em pé”.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.