Leite em pó por menos de R$ 3? Folheto de supermercado supreende a web

Nesta terça, 7, a tatuadora Helena Mester, foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter após compartilhar em seu perfil um encarte de supermercado de 2001 e os internadas se impressionarem com o preço do leite em pó, que custava incríveis R$2,79 na época.

O mesmo produto é comercializado na atualidade por por cerca de R$15, o que mostra uma alta de 437% desde 2001. Entre aquele ano e o atual, a inflação acumulada foi de 279,15%.

Naquela época, a lata do leite era vendida com 400 gramas. Já atualmente, o a quantidade é de 380 gramas. A tatuadora publicou a imagem do encarte de brincadeira e se impressionou com a enorme repercussão.

“Eu imaginei que algumas pessoas fossem comentar sobre os preços, até porque eu também comentei. Mas não imaginei que tanta gente ficaria tão impactada”, disse ela ao O Globo.

Devido ao grande Impacto de sua publicação, ela passou horas pesquisando a respeito do tema.

“A renda média do brasileiro diminuiu muito desde 2001. Eu vejo, na prática, como o poder de compra vem caindo nos últimos anos. Eu e minha família estamos há muitos meses fazendo as compras de mês no cartão de crédito”, disse ela.

Helena relatou que deixou de comprar muitos itens no supermercado como doces e marcas mais caras, porém, que mesmo assim a família está fechando o mês no vermelho.

Outro produto que as pessoas se impressionaram com o preço foi o Nescau, que custava R$1,98 e era vendido em lata de 500 gramas. Atualmente, o produto é vendido por R$ 6,50. A quantidade por lata caiu para 370 gramas.

Em momentos de preços nas alturas existem algumas dicas que podem te ajudar a economizar.

Compre somente a quantidade necessária para o consumo de sua família. Fazendo isso, você evita que eles estraguem, especialmente se eles forem da categoria “feinhos” ou “vencidinhos” e ainda reaproveita alimentos prontos. É importante saber que na cozinha nada se perde, tudo se recria.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.