Período para renegociação de dívidas do IPVA com descontos está em aberto

Está com Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) atrasado? Quem possuir dívidas somadas até 30 de novembro de 2020 pode buscar a negociação. Desde segunda-feira, 6, o motorista já pode fazer o pedido e renegociar as dívidas do IPVA. 

Período para renegociação de dívidas do IPVA com descontos está em aberto
Período para renegociação de dívidas do IPVA com descontos está em aberto (Imagem: FDR)

O programa que libera esse tipo de acordo foi regulamentado em lei no dia 1 de junho de 2022. Chamado de Recupera IPVA RJ, o sistema é válido apenas para moradores que residem no estado do Rio de Janeiro.

“Esta é uma lei onde todos ganham. O cidadão que pode regularizar seu IPVA e o Estado acaba recuperando valores, até então, perdidos. A lei permite ao cidadão devedor quitar suas dívidas, evitando que sejam inscritas na Dívida Ativa”, diz o deputado Luiz Paulo.

Nos débitos que serão parcelados, fica disponível ainda o desconto sobre as multas e juros cobrados sobre o imposto atrasado. Dessa forma, o valor final da dívida fica menor.

De acordo com a Secretaria de Estado da Fazenda, existem pelo menos 1,7 milhões de veículos com alguma dívida do IPVA. Por isso, esse programa é visto como uma oportunidade de regularização dos débitos.

Condições de pagamento das dívidas do IPVA

No Recupera IPVA RJ as condições de pagamento foram facilitadas. O objetivo é que o cidadão consiga arcar com o valor e possa limpar as dívidas relacionadas ao seu veículo.

Para isso, as permissões liberadas foram:

  • Parcelamento de dívidas em até 24 vezes
  • Até 90% de redução de juros e multas

Vale lembrar que podem ser inclusas na negociação apenas as parcelas do IPVA que não foram pagas até 30 de novembro de 2020.

Como fazer a negociação no Recupera RJ

Todo o processo acontece de maneira online, dessa forma o cidadão não precisa sair da sua casa para buscar um acordo com a Secretaria de Fazenda.

Basta seguir o passo a passo para conseguir um acordo:

  • Acesse o site da Secretaria da Fazenda e clique em “Atendimento digital”;
  • O login é feito usando dados do Gov.br ou Certificado digital;
  • Em seguida, o próprio sistema vai informar quais os débitos pendentes;
  • Escolha a forma de pagamento que preferir;
  • Emita o boleto do Documento de Arrecadação do Estado do Rio de Janeiro (Darj).

Vale dizer que a negociação apenas será confirmada quando o cidadão pagar a primeira parcela dentro da data de vencimento.

Para aqueles que escolheram o parcelamento, todos os meses será necessário acessar o Atendimento Digital a partir do dia 1° para quitar o boleto com vencimento no dia 5.

Ao concordar com o parcelamento dos débitos, o cidadão abre mão de qualquer tipo de contestação da dívida.

Aqueles que têm os débitos inscritos em dívida ativa terão que acessar o site da Procuradoria Geral do Estado para negociar.

Consequência de não pagar o IPVA

Além de acumular dívidas do IPVA, o cidadão que opta por não pagar o tributo terá que responder por outras consequências. Entre elas, o impedimento em fazer o licenciamento do seu automóvel. 

A licença do veículo é renovada todos os anos e libera a circulação legal do mesmo pelas vias brasileiras. Quando parado em blitz policial, será aplicado multa e sete pontos na carteira de habilitação do proprietário do veículo devido ao débito.

O proprietário também não consegue vender seu automóvel de forma regularizada, e fica com registro de devedor no Renavam do veículo.

Além disso, deixar de pagar o imposto acarreta em juros e multas, fazendo com que seu valor fique superior ao original.

Negociação de dívidas do IPVA em outros estados

Diferente do que muitos pensam, a organização e administração do IPVA é responsabilidade da Secretaria da Fazenda e não do Detran.

Por isso, aqueles que possuem débitos pendentes devem procurar o site da Fazenda do seu estado para negociação. Alguns também oferecem aplicativo, ou atendimento presencial em uma unidade presente nas principais cidades.

Nem todos oferecem a isenção de juros e diminuição de multas, mas podem ofertar condições especiais com o parcelamento dos débitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.