Inflação: confira a atual estimativa de aumento dos preços em 2022

Nesta segunda, 6, o Banco Central revelou o boletim parcial do Relatório Focus e já é prevista pelo mercado uma inflação de 8,89% em 2022 e de 4,39% no próximo ano, uma alta de 1,00 e 0,29 ponto percentual ante ao último boletim completo, que foi publicado no início do mês passado. 

Por conta da greve dos servidores do Banco Central, a publicação semanal do relatório vem sendo prejudicada há varias meses. Os servidores querem reajuste nos salários de 27% e mudanças na carreira. De acordo com o último relatório completo que foi divulgado em maio, as projeções para a inflação deste e do próximo ano eram de 7,89% e 4,10%.

A projeção das cerca de 100 instituições financeiras procurado pelo BC para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2022 está bem acima da meta, que é de 3,5% com uma tolerância de 1,5 ponto percentual. Sendo assim a meta será cumprida se o índice permanecer entre 2% a 5%.

Para o próximo ano, a expectativa do mercado de 4,39% já está próxima do teto da meta da inflação. A meta do Banco Central é de 3,25% com uma tolerância de 1,5 ponto percentual. Desta forma, a meta será cumprida se o IPCA de 2023  ficar entre 1,75% a 4,75%).

Também foi revelado pelo relatório parcial que o mercado espera um crescimento de 1,2% no PIB (Produto Interno Bruto) para este ano e de 0,76% para o próximo ano, sendo uma alta de 0,5 ponto percentual para 2022, mas uma redução de 0,24 para o próximo ano, e ainda uma Selic (taxa básica de juros) mais elevada no fim de 2023.

É projetada pelas instituições financeiras uma Selic de 13,25% ao ano em dezembro, o que representa uma instabilidade quando comparada com a pesquisa completa mais recente, e de 9,75% no fim do ano que vem (crescimento de 0,5 ponto percentual). Para o câmbio, a expectativa é de US$ 1 = R$ 5,05 no final dos dois anos.

O Banco Central não revelou nesta atualização parcial do Focus, a quantidade de instituições que participaram nem as medianas da última semana ou de um mês atrás e também não revelou as projeções para 2024 e 2025, como geralmente acontece.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.