Bovespa lança investimento relacionado ao metaverso; descubra como investir

Na última sexta-feira (3), a gestora de criptoativos Hashdex lançou oficialmente o ETF (fundo de índice) de metaverso, o META11, na bolsa de valores brasileira (B3). Com o lançamento desse investimento, a B3 chega ao seu 11º ETF relacionado ao mercado de criptoativos.

Bovespa lança investimento relacionado ao metaverso; saiba mais
Bovespa lança investimento relacionado ao metaverso; saiba mais (Imagem: Montagem/FDR)

O novo ETF tem como referência o índice “CF Digital Culture Composite Index – Modified Market Cap Weight – BRT”. Este procura refletir o desempenho de tokens nativos do ecossistema de cultura digital, abrangendo metaverso, NFTs (tokens não-fungíveis), jogos e entretenimento.

O ETF é um fundo de investimento que tem seu desempenho atrelado a um índice de referência — que, por sua vez, traz diferentes ativos na sua carteira, como ações de empresas, por exemplo.

Ao comprar um ETF, o investidor tem a possibilidade de capturar, em seu portfólio, o desempenho de todos os ativos que fazem parte da carteira do fundo.

Desse modo, a pessoa consegue uma exposição diversificada. Isso acontece por meio da aquisição de um único produto. A negociação acontece de forma parecida com as ações na bolsa de valores.

O novo investimento relacionado ao metaverso

Segundo a Hashdex, o META11 é um fundo de índice com exposição diversificada aos setores do metaverso e entretenimento digital em blockchain. Com isso, existe a possiblidade de aplicar nesse universo de modo simples, seguro e regulado.

Para conceder a maior segurança possível, os ativos investidos são mantidos por custodiantes institucionais em carteiras digitais desconectadas da internet. O objetivo é de evitar riscos de hack. Os ativos ainda são protegidos por seguro contra roubo e perda.

O fundo é destinado a investidores em geral, que aceitem riscos inerentes à aplicação e procurem rentabilidade condizente com o objetivo do fundo.

Se o investimento no fundo for efetuado por investidor não residente, esta pessoa deverá avaliara a adequação da compra das cotas do fundo à legislação aplicável em sua jurisdição.

O META11 tem como administrador o Banco Genial. O ETF tem uma taxa de administração total de 1,3% (0,3% do META11 + 1% do Hashdex Crypto Metaverse ETF).

A Hashdex, gestora do fundo, tem oito fundos distribuídos em 20 corretoras. São R$ 4 bilhões sob gestão. Além disso, a gestora conta com mais de 250 mil cotistas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.