Conheça a ONG que recolhe e doa alimentos não vendidos para quem precisa

ONG recolhe alimentos não vendidos e doa para quem precisa. Os produtos são recolhidos de hortifrutis e mercados para doação em comunidades.

A GoodTruck trabalha na distribuição de alimentos não vendidos de hortifrutis e mercados, produtos próximos a data de vencimento que serão consumidos a tempo por quem precisa. As doações são destinadas a pessoas em situação de vulnerabilidade social e financeira.

Conheça a GoodTruck

A iniciativa surgiu em 2016, quando um grupo de amigos resolveu enfrentar a problemática do desperdício de alimentos para lutar contra a fome de necessitados. 

“No momento, eles se reuniram para cozinhar e distribuir comida dentro de um foodtruck para pessoas em situação de rua em Curitiba“, relembra a presidente da ONG GoodTruck, Renata Gonçalves.

A organização cresceu durante a pandemia da Covid-19, indo para Campinas, Belo Horizonte e São Paulo, a expansão do projeto recebeu o nome de “Logística do Bem”.

“Também há outra frente de trabalho, em que falamos sobre educação e desenvolvimento comunitário e levamos festas e ações educacionais para essas comunidades atendidas”, conta Renata.

Já são mais de 19 mil famílias atendidas desde o início do projeto. Mensalmente, a GoodTruck distribui cerca de 25 toneladas de alimentos que em pouco tempo seriam descartados pelos estabelecimentos. A ONG conta com comércios parceiros para ajudar na causa.

“Criamos um grupo de parceiros, principalmente hortifrutis, que entram em contato assim que alguns alimentos perdem o valor de mercado e doam esses produtos ao projeto. Isso não significa que são impróprios, mas sim que estão fora dos padrões rigorosos desses estabelecimentos porque estão mais feinhos”, conta Renata Gonçalves.

A presidente explica ainda da importância dos tipos de alimentos distribuídos, já que frutas, verduras e legumes não costumam fazer parte das cestas básicas comumente doadas. Ao todo, são 15 comunidades atendidas com a ajuda de líderes comunitários que auxiliam na distribuição e acompanhamento nutricional feitos pela GoodTruck.

Como você pode ajudar

Os cálculos da ONG revelam que para alimentar uma família com os itens distribuídos pelo projeto, são necessários R$ 30,00 e pessoas físicas também podem ajudar através da assinatura mensal doando R$ 10,00.

Juntamente com empresas parceiras como a Droga Raia e Drogasil, a campanha ganhou mais força. Isso porque, as empresas se comprometeram a triplicar cada doação, desse modo, a cada R$ 10,00, o valor se torna R$ 30,00.

Além de doações você pode se tornar voluntário. Para saber mais informações, acesse os canais da GoodTruck.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.