Dólar vai subir ou cair? Confira expectativa para o resto do ano

Nos mercados globais, o dólar não deve subir “muito mais” em relação aos níveis atuais. A avaliação foi realizada pelos analistas do banco UBS, em relatório divulgado nesta segunda-feira (30). A instituição também rebaixou a classificação da moeda estrangeira de “preferida” para “neutra”.

Dólar vai subir ou cair? Confira expectativa para o resto do ano
Dólar vai subir ou cair? Confira expectativa para o resto do ano (Imagem: Montagem/FDR)

Durante o período da guerra entre Rússia e Ucrânia, a moeda norte-americana apresentou uma alta considerável ante o euro e franco suíço. Este último é visto como um ativo seguro em cenários de incerteza no mercado.

A valorização do dólar é explicada por alguns fatores. O primeiro é que os Estados Unidos, além de possuírem poder hegemônico, são mais distantes geograficamente do conflito no território europeu.

O segundo motivo é que as economias da Europa, em termos relativos, possuem, de longe, mais trocas comerciais (indiretas e diretas) com o leste do continente.

Apesar disso, o banco ressalta que está mudando a narrativa de investimento para o mercado de câmbio. Os analistas alegam que a moeda americana se fortaleceu a um nível que o mercado passou a observar, pela frente, somente ganhos incrementais e temporários.

Diante disso, os especialistas diminuíram a classificação do dólar de sua estratégia cambial, e também desaconselharam adicionais posições longas na moeda.

O banco também desaconselhou posições compradas na moeda (que ganham com a elevação do dólar.

No caso de posições pró-dolar já em aberto, os analistas recomendam a venda da divisa em situações de aumento para financiar estratégias que ganham com juros — principalmente via moedas com relação com commodities, como o dólar canadense, dólar neozelandês, dólar australiano e coroa norueguesa.

Cotação recente do dólar

Nesta segunda-feira (30), o dólar encerrou em alta. Participantes do mercado destacaram as distorções de liquidez por conta de um feriado nos EUA. Também foi ressaltada a aproximação da formação de uma taxa de câmbio importante no mercado local.

A moeda estrangeira elevou 0,33% no dia, vendida a R$ 4,7535. Na sessão anterior, foi observada uma redução de 0,48%.

Ao considerar o resultado até esta segunda-feira, dólar ainda apresenta queda de 3,82% no mês. Já no acumulado anual, a desvalorização ante o real chega a 14,73%.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.