Restituição do Imposto de Renda será paga com correção de 1%; acompanhe o calendário

Receita Federal divulga as datas de pagamento da restituição do imposto de renda. A partir do próximo dia 31, os contribuintes acima da média de rendimentos terão direito de receber a devolução do IRPF. O valor varia de acordo com o total contabilizado, havendo uma correção de 1% com base na Selic. Acompanhe.

Restituição do Imposto de Renda será paga com correção de 1%; acompanhe o calendário (Imagem: FDR)
Restituição do Imposto de Renda será paga com correção de 1%; acompanhe o calendário (Imagem: FDR)

Os contribuintes do IRPF devem ficar atentos. O pagamento das restituições será iniciado em breve, sendo divido em 5 lotes. A previsão é de que cerca de 3,4 milhões de pessoas sejam contempladas com prioridade, tendo em vista os critérios abaixo determinados pela RF:

  • 934 contribuintes idosos acima de 80 anos;
  • 305.412 contribuintes entre 60 e 79 anos;
  • 016 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave;
  • 607 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Como consultar se vou receber a restituição do IRPF?

Para verificar se será contemplado, o cidadão deve acessar o portal da Receita Federalwww.gov.br/receitafederal ), clicar em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, em “Consultar a Restituição“. É válido ressaltar que o valor vai ser depositado diretamente na conta bancária informada pelo titular ao preencher a sua declaração.

Caso o abono não caia no dia mencionado, é preciso reagendar o crédito dos valores no endereço  https://www.bb.com.br/irpf ou na central de relacionamento do banco por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para pessoas com deficiência auditiva).

Veja o calendário de restituição do IR 2022:

  • 1º lote: 31 de maio;
  • 2º lote: 30 de junho;
  • 3º lote: 29 de julho;
  • 4º lote: 31 de agosto;
  • 5º lote e último lote: 30 de setembro.

Quem ainda deve declarar o Imposto de Renda em 2022?

  • quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2021. O valor é o mesmo da declaração do IR do ano passado;
  • contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado;
  • quem obteve, em qualquer mês de 2021, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  • quem teve isenção de imposto sobre o ganho de capital na venda de imóveis residenciais, seguido de aquisição de outro imóvel residencial no prazo de 180 dias;
  • quem teve, em 2021, receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em atividade rural;
  • quem tinha, até 31 de dezembro de 2021, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil;
  • quem passou para a condição de residente no Brasil em qualquer mês e se encontrava nessa condição até 31 de dezembro de 2021.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.