Renda Cidadã: saiba como receber o benefício de R$ 100 por mês

Além do Auxílio Brasil, as famílias carentes brasileiras podem contar com outros benefícios sociais, muitos deles oferecidos por governos estaduais ou prefeituras. No estado de São Paulo, existe o Renda Cidadã, que é destinado às famílias de desempregados ou subempregados que passam por dificuldades financeiras.

Confira a seguir quem tem direito a esse benefício, como solicitá-lo, qual o valor e outros detalhes importantes.

Renda Cidadã de São Paulo

O Renda Cidadã foi criado em 2017 e reforçado no ano passado, quando passou a integrar o rol de benefícios e ações do Bolsa do Povo. Com isso, mais de 50 mil famílias passaram a ser beneficiadas com o Renda Cidadã, totalizando um investimento de R$ 1 bilhão em 2021.

O benefício paga uma parcela de R$ 100 mensais para famílias carentes de São Paulo, que sacam o valor com o cartão do Bolsa do Povo em agências do Banco do Brasil. Elas devem se encaixar nos seguintes critérios:

  • Situação de desemprego ou subemprego
  • Moradia precária ou ausência de moradia
  • Analfabetismo ou baixa qualificação profissional
  • Dependência química ou outros problemas de saúde

Além disso, é necessário que as famílias tenham renda mensal per capita de até meio salário mínimo (R$ 606, atualmente) e estejam regularmente cadastradas no CadÚnico.

Além do benefício mensal, as famílias recebem qualificação profissional e outras ações de apoio. A frequência escolar das crianças e as condições de saúde dos membros também é monitorada.

Como solicitar o Renda Cidadã?

Para acessar o Renda Cidadã, é necessário que a família esteja cadastrada no CadÚnico e atenda aos critérios descritos acima. O cadastro no CadÚnico é feito no CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) ou órgão da prefeitura com função equivalente.

Confira aqui a unidade do CRAS mais próxima de você.

Para fazer o cadastro no CadÚnico, é necessário que um responsável familiar, com mais de 16 anos, compareça ao CRAS com seu CPF ou Título de Eleitor, documentos de identidade de todos os familiares, certidões de casamento, comprovante de residência e comprovantes de matrícula escolar.

Lembrando que o cadastro deve ser atualizado no mínimo a cada dois anos ou sempre que houver uma alteração na situação da família.

Mais informações podem ser obtidas consultado-se a Resolução 04/2017, que contém as regras do programa, ou pelos seguintes meios:

  • Site do Bolsa do Povo
  • Central de Atendimento: 0800 7979 800 (segunda a sexta-feira, das 8h às 18h)
  • WhatApp: (011) 98714 – 2645

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amaury Nogueira
Amaury da Silva Nogueira é bacharelando em Letras/Edição pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Apaixonado pelo universo da escrita, atua há dois anos como redator e realiza pesquisas sobre história da edição no Brasil. Além disso, atualmente pesquisa também sobre direitos e benefícios sociais para agregar conhecimento na redação do portal de notícias FDR.