Meu Auxílio Brasil foi cancelado: consigo recuperar o cadastro ainda em maio?

Triagem do Ministério da Cidadania reduz número de beneficiários do Auxílio Brasil. Nessa semana, a Caixa Econômica retomou os pagamentos do projeto social. Inicialmente, cerca de 18 milhões de pessoas serão contempladas, porém há uma série de relatos de benefício cancelado. Abaixo, veja como voltar para o programa.

Meu Auxílio Brasil foi cancelado: consigo recuperar o cadastro ainda em maio? (Imagem: FDR)
Meu Auxílio Brasil foi cancelado: consigo recuperar o cadastro ainda em maio? (Imagem: FDR)

Para iniciar uma nova rodada de pagamentos pelo Auxílio Brasil, o Ministério da Cidadania faz uma revisão nos dados de cada segurado. Aqueles que apresentaram irregularidades no Cadastro Único tiveram o benefício suspenso de modo que para voltar a folha orçamentária será preciso atualizar a documentação.

Como atualizar meus dados no Cadastro Único?

O procedimento pode ser feito pela internet, basta seguir as etapas abaixo:

  • Acesse o app ou site. O app está disponível na Play Store e na Apple Store;
  • Algumas opções aparecerão logo na primeira tela. É preciso clicar em “Atualização cadastral por confirmação”;
  • O usuário deverá fazer login com o CPF e a senha da conta Gov.br (veja como criar uma conta Gov.br);
  • Serão mostrados os blocos de Endereço da Família e Composição Familiar. Recomenda-se começar pelo bloco de Endereço da Família e depois passar ao de Composição Familiar. O usuário deverá conferir se todas as informações apresentadas continuam inalteradas;
  • No bloco de Composição Familiar, o usuário será questionado se houve alteração no número de membros da família. Em seguida, será preciso confirmar se os dados relativos a cada membro continuam os mesmos;
  • O usuário deverá, então, selecionar a opção em que confirma a veracidade dos dados informados;
  • Por fim, será preciso clicar no botão “Confirmar dados do Cadastro Único”.

Quais são os documentos que devo atualizar?

  • O responsável familiar precisará levar o próprio título de eleitor ou CPF;
  • O comprovante de endereço é sugerido para não haver erros no ato do cadastramento;
  • Os demais membros da família devem ter um desses documentos: CPF, RG, certidão de nascimento, certidão de casamento, carteira de trabalho ou título de eleitor.

Depois de renovar a documentação, basta aguardar pela nova triagem do Ministério da Cidadania. Não há uma garantia exata de que o pagamento será aprovado ainda em maio. Provavelmente o cadastro só passe a ser aceito de junho em diante, tendo em vista as filas de espera do programa.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.