Carnê do crediário voltou, só que agora é digital; saiba mais

Carnê do crediário voltou de forma digital. A nova roupagem do meio de pagamento visa beneficiar os consumidores e o varejo que incrementa suas vendas.

A oportunidade surge em um momento de dificuldade do brasileiro de conseguir crédito devido ao excesso de endividamento, com isso, o varejo percebeu como o carnê digital é uma forma do setor recuperar seus números.

Carnê digital devolve poder de compra do brasileiro

A nova modalidade de pagamento que funciona como um carnê crediário, mas de maneira digital, recebe o nome de BNLP, ou “Buy Now Pay Later”, que em tradução livre significa “Compre Agora e Pague Depois”. 

Na prática, a ideia funciona como o antigo conhecido de muitos, carnê crediário, em que o consumidor pagava em parcelas na loja o produto levado. Com o BNLP, o consumidor não tem necessidade de ser cliente de uma instituição financeira, ou ter limite pré-estabelecido. 

Com a modalidade, a compra parcelada se torna possível para qualquer consumidor, mesmo aquele que não possui cartão de crédito. As formas de pagamento são variadas, podendo ser em boleto, transferência bancária ou Pix, tudo livre de filas, se diferenciando do modo carnê antigo.

A modernização do carnê crediário

O CEO da BMP, Carlos Eduardo Benitez,  empresa que oferece serviços financeiros, explica como a modalidade retorna nesse formato mais modernizado e conta como antes a aprovação era realizada pela própria loja que analisava os riscos de negociação: “Nós da BMP, estamos estruturando e oferecendo o Buy Now Pay Later para gigantes do setor do varejo com o ecossistema de crédito digital adaptado às plataformas ou pontos de venda físico destes varejistas, sendo que a análise de risco é feita por nossa instituição de maneira instantânea. Essa operação, que uma instituição financeira como a nossa tem maior capacidade de realizar, facilita e muito a vida tanto do varejista quanto a do comprador”, explica Benitez.

O serviço de crediário digital que já funciona na Europa se mostra crescente. De acordo com levantamentos realizados pelo mercado, 4 em cada 10 britânicos adotaram a forma de pagamento de levar para pagar depois. 

O consumidor brasileiro que ainda deve passar a conhecer o novo formato de carnê, deve seguir o mesmo caminho com o crescimento do método.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.