Investidor monta carteira para cenário de ‘fim do mundo’; confira

Investidor monta carteira para cenário de ‘fim do mundo’. A carteira é apresentada no  livro do autor que prepara o leitor para uma realidade financeira apocalíptica.

Ray Dalio é fundador do maior fundo de hedge do mundo, o Bridgewater Associates,  em seu novo livro, ‘Princípios para a ordem mundial em transformação’, o autor aproveita para descrever sua estratégia de investimento.

A carteira do fim do mundo

O investidor relata em seu livro que possui uma carteira com diversidade suficiente para “cenários de fim de mundo”. Entre as intenções do livro, está tornar o leitor capaz de identificar a chegada do apocalipse financeiro, que segundo Dalio será marcado por uma reconstrução da ordem mundial com a China assumindo o lugar dos Estados Unidos. 

Para dar embasamento teórico, o autor conta com análises dos padrões dos ciclos de crédito e do dinheiro em períodos de ascensões e quedas de potências econômicas. Com suas análises dos padrões, o autor aponta o fim do ciclo do dólar.

Para o autor, o reinado estadunidense estaria chegando ao fim e isso pode ser comprovado através da análise da história da economia do país nas últimas décadas. Após o auge, há também o grande ciclo de endividamento de longo prazo, a lógica da ascensão e queda são explicadas por Ray de maneira detalhada ao longo da obra.

Períodos como a crise de 2008 e o início da crise pandêmica da Covid-19, são citados pelo autor como momentos de fim de ciclo de endividamento de longo prazo e a impressão de dinheiro, além da compra de ativos em larga escala na tentativa de salvar a economia geraram uma maior distribuição para os ricos. 

O autor conta que medidas que produzem uma desvalorização da moeda, resultam na valorização de ativos financeiros beneficiando aqueles que os possuem em maior quantidade.

A desigualdade promove conflitos entre as classes, além da polarização política. Dalio cita a falta de um grande evento de ruptura para o fim do ciclo de dominação dos Estados Unidos, algo como uma guerra civil. Além da queda dos Estados Unidos, Ray aponta o avanço da China para ocupar o posto de liderança global.

O livro que se propõe a apresentar detalhadamente como que acontece uma transição de impérios econômicos, e como tal acontecimento resulta na mudança dos jogos de investimentos, tem recebido avaliações positivas e está disponível na versão física por R$ 129,90 e ebook por R$ 89,90.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.