Usar mais de um cartão de crédito para fazer as compras pode ser um ‘tiro no pé’; entenda

De acordo com uma pesquisa da Serasa eCred, nove em cada dez brasileiros utilizam mais de um cartão de crédito para fazer compras. O levantamento revelou ainda que 29% dos consumidores possuem cinco ou mais cartões, 18% tem quatro, 23% afirmam ter três, e 21% dizem ter dois. Estes dados acendem o sinal amarelo a respeito dos hábitos financeiros dos brasileiros e os riscos de inadimplência.

“A pesquisa mostra a relevância do cartão de crédito na vida econômica dos brasileiros, mas ao mesmo tempo acende o alerta sobre os riscos da inadimplência. A população pode estar solicitando mais cartões para pagar contas que não consegue quitar por outros meios de pagamento à vista”, disse Amanda Rapouzo, gerente do Serasa eCred.

Na visão da economista da Fundação Getulio Vargas (FGV), Myrian Lund, usar o cartão de crédito não é algo ruim, mas a maneira que os brasileiros lidam com suas finanças não é saudável. E a situação pode ficar pior com o uso de mais cartões.

“As pessoas tomam decisões pela emoção, e não pela razão. Ou seja, nem sempre fazem contas. E quando isso acontece, a mente não se lembra de tudo, esquece de uma despesa e outra, e (o cidadão) acha que o dinheiro vai dar. Mas acaba tendo uma surpresa quando chegam as contas no fim do mês”, disse ela ao jornal Extra.

Myrian diz que todos os consumidores que a procuram com dívidas possuem mais de um cartão de crédito.

“Chama a atenção como o cartão é um estímulo para gastar mais. As pessoas têm despesas em todos eles, e a soma acaba dando um valor que é impagável. Eu venho conversando com todos os clientes e pedindo pra reduzirem os gastos a um cartão de crédito. Podem até ter outro dentro de casa, para o caso de um problema. Mas podem reparar que se a pessoa para de usar um deles, o gasto mensal diminui”, disse ela.

Por fim, a especialista orienta que os consumidores procurem um cartão de crédito com um prazo melhor de pagamento e estabeleça um limite menor. Ela aconselha ainda que sempre que possível sejam feitos pagamentos à vista, para não comprometer a renda durante meses.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.