Deu ‘treta’: Paulo Guedes bate boca com sindicalista por conta da Petrobras; entenda

Nesta quinta, 12, na entrada do ministério, o ministro da Economia Paulo Guedes discutiu com um sindicalista. O bate-boca começou quando Guedes dava uma coletiva para jornalistas juntamente com o novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida. Na ocasião, os dois discutiram os estudos de privatização da Pré-Sal Petróleo S.A (PPSA), que é conhecida como a estatal do pré-sal.

“Eu queria que todos soubessem que nós sempre respeitamos, estamos numa democracia e que nós respeitamos os vencedores de eleições”, falava o ministro aos jornalistas quando o sindicalista gritou: “Não, vocês não respeitam nosso povo”.

Neste momento então, Guedes disse: “Eu não quero falar de quem roubou a Petrobras, assaltou a Petrobras. Durante anos, roubaram, foram condenados, eu não quero falar isso. Eu quero simplesmente receber como um programa de governo que teve 60 milhões de votos, receber aqui um pedido do novo ministro de Minas e Energia e encaminhar o processo”.

O sindicalista rebateu a fala: “Destruiu o patrimônio do povo brasileiro, ministro”. Ao que o ministro da Economia respondeu: “Nós vamos devolver ao povo brasileiro o que é deles, nós vamos devolver ao povo brasileiro o que é deles.”

Neste momento, Paulo Guedes interrompeu a entrevista.

Encontro com sindicalistas 

Paulo Guedes havia solicitado aos manifestantes, antes do início da discussão, que baixassem o som. Há semanas os sindicalistas estão em frente ao ministério solicitando aumento de salário.

“Dá para baixar o som um minuto só para a gente falar aqui?” Falou Guedes. O ministro foi atendido. Depois disso, um sindicalista questionou quando Guedes iria atendê-los.

Em resposta, o ministro disse que Caio Mario Paes de Andrade, da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, estava se reunindo com as classes de servidores. O sindicalista disse que “não” e pediu para conversar com o próprio Guedes, que não respondeu.

Após isso, os sindicalistas passaram a gritar que as privatizações da Petrobras e da PPSA eram “golpe” contra o patrimônio público.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.