Imposto de Renda 2022: golpe da falsa restituição circula pela web; saiba como fugir dele

Recentemente a Receita Federal comunicou que golpistas estão se valendo do pagamento da restituição do Imposto de Renda para tentar roubar dados de clientes através de menagens enviadas pelo email.

Nestes emails, os golpistas dizem que o contribuinte possui um valor de restituição a receber e indicam algum link ou campo no qual a pessoa deve clicar para conferir os valores e acessar ao dinheiro.

Porém, ao clicar no link o contribuinte pode ter seus dados pessoais roubados. Em posse dos dados, os criminosos podem cometer fraudes em nome do contribuinte, como tomar empréstimos bancários, pagar contas, efetuar compras e transferências.

Emílio Simoni, executivo-chefe de segurança da PSafe, disse que existem muitos golpes e que eles são sazonais, isto é, ocorrem em determinadas épocas do ano. Neste momento, os golpistas se aproveitam do período de Imposto de Renda.

“Se o contribuinte abrir o link no computador, o golpista fica esperando o cidadão fazer uma operação bancária, também no computador, para invadir a conta-corrente ou a poupança”, disse ele.

Se o contribuinte clicar no link enviado pelo golpista, ele fica mais exposto a mais fraudes, pois será possível acessar aplicativos e efetuar transações, especialmente em aplicativos de compras, entregas e assinaturas.

Como evitar golpes 

Para o portal Contábeis, Emílio separou algumas dicas para ajudar os usuários a se proteger e evitarem fraudes:

  • Não clique em links, uma vez que a Receita não envia nada por email ou SMS
  • Confira as informações no Portal e-CAC, pois as movimentações do Imposto de Renda estarão todas lá
  • Preste atenção na chave Pix informada, que, neste golpe, é um email, ou seja, padrão para todos, mesmo para quem registrou outras chaves diversas

Restituição via PIX

A Receita neste ano irá pagar a restituição do IR através do PIX, no entanto, apenas para quem utiliza o CPF como chave.

É importante ressaltar que a restituição deste ano ainda não está sendo paga. Neste momento, o Fisco está pagando os lotes de anos anteriores, de quem saiu da malha fina de outros exercícios.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.