Recebeu vaga de emprego pelo WhatsApp? Saiba como descobrir se é real ou não

Com número crescente de golpes de falsas vagas de emprego, o cuidado precisa ser redobrado. Além de se preparar para os processos seletivos reais, os candidatos precisam ficar atentos a alguns pontos.

Recebeu vaga de emprego pelo WhatsApp? Saiba como descobrir se é real ou não
Recebeu vaga de emprego pelo WhatsApp? Saiba como descobrir se é real ou não (Imagem: Montagem/FDR)

O Brasil tem enfrentado uma onda crescente de golpes relacionados a falsas vagas de emprego.

E os golpistas acabam se valendo do momento de necessidade, e até mesmo desespero, dos profissionais para fazer novas vítimas em todo o país.

Só no período de setembro de 2021 a fevereiro desse ano, foram registradas 608 mil tentativas de golpe, o que dá uma média de 4 mil por dia.

Dicas para não cair no golpe da falsa vaga de emprego

Esse é um golpe daqueles que mais deixam a gente triste.

Afinal, os golpistas acabam arrancando dinheiro de pessoas que na maior parte das vezes estão passando por dificuldades financeiras.

E, pelo desespero, acabam caindo sem se dar conta da real situação.

“A gente fala que o golpe que envolve vagas de emprego é um dos golpes mais cruéis que existem porque ele visa pessoas que já estão em situações vulneráveis e aí causa um prejuízo ainda maior para aquelas pessoas, normalmente financeiro”, comenta Emílio Simioni, executivo-chefe de segurança.

Assim, desconfie sempre que receber uma notificação de vaga e for cobrado algum valor para participação na seleção, busque informações sobre a possível empresa.

Em geral, as empresas não cobram valores para os processos seletivos.

Além disso, o intuito dessas pessoas é roubar dados, com isso, eles conseguem esvaziar contas bancárias, ter acessos a informações de cartões, entre outras coisas.

Outra grande dica, dada pelo especialista em direito digital Rafael Chaia é quanto a essa questão.

“Nunca compartilhe os seus dados ou qualquer informação sensível que você receba no seu telefone com terceiros sem averiguar a origem dessas mensagens. Ninguém pede dinheiro pra te dar uma vaga de emprego”, diz o advogado digital.

A dica master é: Desconfie sempre que receber um e-mail ou mensagem de uma empresa que você não se cadastrou e pesquise ou até mesmo vá até a possível sede da empresa antes de dá continuidade ao processo seletivo.

Desconfie principalmente se no anúncio a data limite para participação for o dia em que você recebeu a mensagem ou a ligação.

Para saber mais sobre vagas de emprego, vestibulares e cursos, acompanhe a editoria de Carreiras do FDR.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.