Vale a pena financiar na hora de comprar um carro?

Em março, o setor automotivo se recuperou. Segundo a Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotivos (Fenauto), houve uma alta de 29,6% na venda de seminovos e usados. Devido ao valor do investimento, se vê que o brasileiro prefere financiar na hora de comprar um carro.

Vale a pena financiar na hora de comprar um carro?
Vale a pena financiar na hora de comprar um carro? (Imagem: Montagem/FDR)

No último semestre, a Dryve, startup de análise, formação e pagamento de crédito totalmente online, registrou aproximadamente oito mil propostas mensais. Ao todo, houve uma demanda por crédito mensal acima de R$ 240 milhões.

O fundador e CEO da Dryve, Daniel Abbud, afirma que, no mercado, o aumento na demanda de financiamento de carros ocorre “porque é um caminho mais realista para compra-los.

O executivo destaca que essa alternativa possibilita que o consumidor já tenha posse do veículo. Isso por meio do pagamento de parcelas para o banco. Abbud ressalta que, quanto maior for o valor da entrada, menos serão os juros a serem pagos ao longo desse período.

Especialista desmistifica mitos sobre financiar na hora de comprar um carro

Mesmo diante das vantagens dessa opção, o executivo informa que ainda existem mitos sobre a compra de carros usados e seminovos por meio de financiamento. São estes:

1. O financiamento é feito apenas por intermédio de concessionárias

Mito. Com o avanço tecnológico, apareceram plataformas digitais que facilitam o processo de análise de crédito.

Esses espaços, além de otimizarem o tempo do consumidor por meio dos algoritmos, também elevam as chances de aprovação. Isso porque, em vez de terem parceria com um ou dois bancos — como tende a acontecer —, possuem um amplo portfólio de instituições financeiras.

2. O score não interfere na aprovação do crédito

Mito. O score é uma pontuação desenvolvida pelo Serasa com base nos comportamentos financeiros dos consumidores.

Deste modo, ele se torna um parâmetro para as instituições financeiras verificarem se o interessado pelo financiamento sabe controlar suas finanças — ou se está mais propenso a inadimplência.

Por conta disso, a pessoa deve se atentar a esse score. Para verificar a pontuação, basta acessar o site do Serasa.

3. É necessário um “sinal” para começar o financiamento

Mito. Em uma análise de crédito, não é preciso entregar um “sinal” antes do início do financiamento. Se acontecer esse pedido, se trata de um golpe. Os criminosos costumam pedir um valor, alegando que é para a garantia do veículo. Eles chegam, até mesmo, a produzir um boleto falso.

O interessado deve se atentar, pois, antes de iniciar o pagamento das parcelas definidas, as instituições financeiras confiáveis não solicitam pagamentos adiantados.

4. Não é possível vender um carro em financiamento

Mito. Ao planejar a compra de um automóvel, as pessoas acreditam que conseguem arcar com todas as parcelas acordadas. No entanto, quando o plano não sai como o esperado, não é necessário se preocupar. Isso porque o carro em financiamento pode ser vendido.

Existem duas alternativas: encontrar um comprador que concorde em pagar o valor do veículo à vista, ou fazer a transferência desse financiamento para o comprador. Nesta hipótese, o banco deve aprovar o novo dono, que arcará com o financiamento.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.