Bolsonaro promete aumentar número de convocados em concursos da Polícia

Presidente estuda aumentar o número de convocados nos concursos da Polícia. Em 2021, Bolsonaro já havia prometido realizar convocações além do que tinha sido anunciado nos editais de seleção.

Bolsonaro promete aumentar número de convocados em concursos da Polícia
Bolsonaro promete aumentar número de convocados em concursos da Polícia (Imagem: FDR)

Notícia boa para os concurseiros de plantar, o Presidente Jair Bolsonaro afirmou que pretende aumentar o número de candidatos convocados em concursos da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

Essa não é a primeira vez que o assunto surge, no ano passado ele havia prometido aumentar o número de selecionados nesses processos seletivos, mas, acabou recuando.

Convocações nos concursos da Polícia

O Presidente falou sobre o assunto durante conversa com seus apoiadores nessa segunda-feira, 2, na saída do Palácio da Alvorada; na ocasião ele chegou até mesmo a ligar para o secretário de Desburocratização da pasta, Caio Paes de Andrade.

“Aprovou o PLN 01, ok? Aquele concurso da PF e PRF, como é que está aí? Qual o máximo que você pode botar lá, de aproveitar gente, lá? Legalmente? 535? Ok, pode ver e me retornar agora?”, pediu o Presidente ao telefone.

Sobre o assunto Bolsonaro ainda afirmou, diretamente a uma apoiadora, que “Estamos salvando quem pode. Nós fomos muito além do concurso, tá?”.

Depois disso ele ainda ligou para o Ministro da Justiça, Anderson Torres, para debater o assunto.

“Você pediu quantas vagas para a PF e a PRF, que está lá com o Caio? Qual o teu pedido para cada Força? Se tu passar para mil para cada lado, acha que dá para resolver? Então, faz um aditivo aí e pede mil vagas para cada, já que tu está no limite teu. Pode ser? Acabei de falar com o Caio, fala com o Caio, você também, para resolver essa parada aí. Foi aprovado o PLN. Tem como formar, este ano, essa turma toda? Tem. Então valeu, valeu“, falou ele ao telefone.

A fala de Bolsonaro divide opiniões, até porque ele já recuou uma vez, mas, pode ser um fio de esperança para as pessoas que se dedicam tanto para esses processos seletivos.

Para Luciano Leiro, presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) a classe se sentiu frustrada quando, mesmo com o edital apresentando 1.500 vagas o presidente informou a convocação de 500 candidatos.

É uma questão política, a academia tem condição de fazer o curso e incorporar essas pessoas. A grande questão é que as palavras do presidente são uma incógnita, é difícil saber se ele cumpre ou não. Estamos nessa questão da questão que ele não cumpriu o que foi prometido por ele, publicamente inclusive, então a gente não sabe. Nunca saber se a fala do presidente vai ser ou não”, afirmou ele.

Para saber mais sobre vagas de emprego, vestibulares e cursos, acompanhe a editoria de Carreiras do FDR.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.