É seguro ter conta em banco digital? Quais são as vantagens? Tem riscos?

Pontos-chave
  • Os bancos digitais são regulamentados pelo Banco Central;
  • As instituições também adotam medidas para aumentar a segurança;
  • Apesar disso, bandos digitais e tradicionais estão sujeitos a riscos.

Recentemente, os bancos digitais vêm ganhando espaço entre os consumidores, com o objetivo de ser uma alternativa aos bancos tradicionais. Os novos bancos propõem conceder serviços mais práticos e com baixo custo. Apesar dos diferenciais, ainda surgem dúvidas se é seguro ter conta em banco digital.

É seguro ter conta em banco digital? Quais são as vantagens? Tem riscos?
É seguro ter conta em banco digital? Quais são as vantagens? Tem riscos? (Imagem: Montagem/FDR)

O banco digital é parecido com um banco tradicional, mas com a diferença que todos os serviços financeiros — como pagamentos, saques e transferências — são realizados pela internet.

Desde a abertura de conta ao atendimento, as necessidades dos usuários são resolvidas digitalmente. Isso pode acontecer por aplicativos para smartphones ou pelo computador, por exemplo. Ou seja, o cliente dos bancos digitais pode solucionar os problemas sem precisar se deslocar até uma agência.

Esse, inclusive, é um diferencial dos bancos digitais. Essas instituições não possuem agências físicas. Como as transações são feitas de modo totalmente digital, as instituições digitais tendem a ser menos burocráticas — e também a cobrar menos taxas em comparação às instituições tradicionais.

Mesmo diante da maior procura por serviços bancários digitais, há quem pergunte se é seguro ter conta em banco digital. Em meio a algumas notícias sobre vazamento de informações, esse questionamento surge.

Tanto bancos tradicionais quanto digitais possuem riscos

Ao UOL, o professor do Insper, Ricardo Rocha, declara que o problema de segurança não tem relação entre ser um banco tradicional ou digital, mas o modo como cada instituição gerencia seus sistemas.

Segundo ele, os dois tipos de bancos estão sujeitos ao risco de vazamento de dados. Rocha alega que, quem deseja crescer no universo digital precisará melhorar sua gestão de risco, seus controles internos e, especialmente, a segurança da informação.

O professor da FGV e da FEA-USP, Alan De Genaro, afirma, ao UOL, que os bancos digitais não podem ter como única prioridade a proposta de conceder uma experiência agradável ao cliente — quando a pessoa acessar os aplicativos. De Genaro destaca que o banco digital também precisa garantir que é seguro.

É seguro ter conta em um banco digital?

Apesar de haver riscos, cabe destacar que os bancos digitais são regulamentados pelo Banco Central — assim como acontece com os bancos tradicionais.

Esse fator faz com que as contas digitais tenham a proteção pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que garante aplicações de até R$ 250 mil na hipótese de liquidação, intervenção ou falência da instituição financeira.

Sendo assim, ao considerar isso, é possível perceber que a segurança dos bancos digitais se parece com a das contas de bancos tradicionais.

Outros aspectos também fazem com que os bancos digitais sejam seguros. Para a proteção das contas dos clientes, as instituições vêm procurando se modernizar.

Neste sentido, existem bancos digitais que utilizam a ferramenta de reconhecimento facial. Outro recurso usado é a criptografia. Este é um código que protege os dados, e faz com que seja mais difícil a leitura de dados criptografados.

Para a validação de operações realizadas por internet banking e aplicativos de bancos, os tokens são mais uma fase de segurança solicitados. A autenticação via selfie e digital também entram nos fatores que fazem as contas de bancos digitais serem mais seguras.

Os bancos digitais oferecem mais praticidade financeira aos clientes
Os bancos digitais oferecem mais praticidade financeira aos clientes (Imagem: Montagem/FDR)

Clientes de bancos digitais também devem tomar cuidados para manter a segurança

Apesar dos recursos oferecidos para aumentar a segurança de contas em bancos digitais, os clientes também devem fazer a sua parte para que a conta — e dos dados pessoais — estejam protegidos.

Para manter a segurança, o cliente deve usar senhas seguras em suas contas. Neste sentido, a pessoa deve usar a criatividade para criar combinações únicas. O cidadão não deve repetir essa senha em diferentes contas, sites ou plataformas.

Cabe destacar que os bancos digitais entram em contato com os usuários apenas por canais oficiais. Sendo assim, caso o cidadão tenha recebido um contato, em nome do banco, por fora do aplicativo oficial, é importante desconfiar — e entrar em contato com o banco.

Para que o computador esteja mais seguro, o usuário de utilizar antivírus e programa de firewall. Além disso, vale manter os aplicativos e dispositivos sempre atualizados.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.