Elon Musk: descubra como novo dono do Twitter se tornou a pessoa mais rica do mundo

Uma das principais redes sociais do mundo, o Twitter tem novo dono. Trata-se de Elon Musk, homem mais rico do mundo, escolhido pela revista Time como a personalidade do ano em 2021. O negócio recebeu muita atenção nas últimas semanas, de pessoas curiosas para entender os planos do excêntrico bilionário com a aquisição.

Elon Musk em evento de 2013. Imagem: Wikimedia Commons/Dan Taylor/Heisenberg Media

A seguir, explicamos quem é Elon Musk, como ele se tornou a pessoa mais rica do mundo e por que ele comprou o Twitter.

Elon Musk: esmeraldas, carros elétricos e viagens espaciais

Elon Musk nasceu na África do Sul, em 1971. É filho de uma modelo e nutricionista e de um engenheiro eletromecânico que fez fortuna no mercado imobiliário e na exploração de esmeraldas. Os negócios do pai de Musk garantiram um padrão de vida confortável à família e ajudaram o bilionário nos seus primeiros empreendimentos.

Musk se mudou para o Canadá aos 17 anos, onde começou a estudar pela Queen’s University, em Ontário. Pouco depois, ele se mudou para os Estados Unidos, país onde desejava se estabelecer originalmente e onde se graduou em física e economia, em 1995.

Sua carreira no mundo dos negócios sempre esteve ligada à tecnologia. O primeiro empreendimento de sucesso foi a Zip2, uma espécie de guia online desenvolvido para jornais, como o The New York Times. A empresa foi vendida para a Compaq em 1999, por 307 milhões de dólares.

Em seguida, Musk fundou a X.com, empresa de serviços financeiros online que se fundiu com a Confinity, desenvolvedora do PayPal. A ferramenta de transferência de dinheiro acabou virando o nome da nova empresa, negociada com a eBay, gigante do comércio eletrônico, por 1,5 bilhão de dólares em 2002.

Pouco antes dessa venda, Musk criou um dos seus principais negócios, a SpaceX. A companhia de exploração espacial foi a primeira a enviar pessoas normais para o espaço, em 2021, e tem planos de visitas à Marte.

A Tesla é dos principais empreendimentos de Elon Musk. Imagem: Pixabay.

Em 2003, o bilionário criou outro de seus empreendimentos de sucesso, a Tesla, líder mundial no setor de carros elétricos. Outros negócios de Musk incluem a Neuralink, que desenvolve ferramentas para conectar a mente humana com máquinas, e a The Boring Company, que constrói túneis subterrâneos para agilizar o trânsito nas cidades.

Essa carreira de sucesso fez do bilionário sul-africano uma fonte de inspiração para pessoas de todo o mundo, especialmente jovens entusiastas do mundo digital e da inovação científica.

Sua fortuna foi avaliada pela revista Forbes, em 5 de abril, como sendo de 219 bilhões de dólares (R$ 1 trilhão).

Elon Musk e o Twitter

Elon Musk nunca foi o tipo de empresário rico que se esconde dos holofotes. O bilionário, na verdade, gosta de se comunicar com o público e a sua conta no Twitter, com mais de 80 milhões de seguidores, é um dos principais meios de fazer isso.

Ações do Twitter subiram 6% após compra por Musk. Imagem: Pexels/Bret Jordan.

Os posts de Musk na rede social têm conteúdo bem variado e já o colocaram em situações difíceis. Um dos casos mais emblemáticos ocorreu durante a operação de resgate de 12 garotos presos em uma caverna na Tailândia, em 2018.

O empresário ofereceu um submarino da sua companhia Tesla para ser usado no resgate, mas o mergulhador que chefiava a operação recusou a oferta, alegando que o submarino era apenas um protótipo e que a oferta de Musk não passava de um “golpe publicitário”. Em resposta pelo Twiter, o bilionário chamou o mergulhador de “pedófilo”, ato pelo qual foi processado posteriormente.

Os planos de Musk de adquirir a rede social começaram em março deste ano, quando ele comprou 9% das ações da companhia. Depois, em 14 de abril, ele fez uma oferta de 41,5 bilhões de dólares (R$ 200 bilhões) para se tornar acionista majoritário, e ameaçou se livrar das ações já adquiridas caso a oferta não fosse aceita.

Muitos se preocupam com o futuro do Twitter após a compra, devido a declarações feitas pelo próprio Musk. Ele já se mostrou contrário à política de moderação da rede social, da qual ele próprio já foi “vítima”, e disse que “o Twitter precisa ser transformado em uma empresa privada”.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amaury Nogueira
Amaury da Silva Nogueira é bacharelando em Letras/Edição pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Apaixonado pelo universo da escrita, atua há dois anos como redator e realiza pesquisas sobre história da edição no Brasil. Além disso, atualmente pesquisa também sobre direitos e benefícios sociais para agregar conhecimento na redação do portal de notícias FDR.