Caixa Tem: saiba como criar sua chave PIX para movimentar os benefícios

Lançada em 2020, a chave PIX veio com a promessa de facilitar e agilizar os meios de pagamentos digitais. Na prática, a ferramenta não deixa a desejar. Diante do sucesso e ampla adesão, foi incluída nas contas sociais digitais do Caixa Tem desde abril do ano passado. 

O Caixa Tem consiste em um aplicativo criado para gerenciar as contas poupanças sociais digitais abertas automaticamente na titularidade de cada beneficiário. Tendo em vista a agilidade na viabilização do benefício através deste formato, a Caixa Econômica decidiu otimizar os pagamentos exclusivamente por essa plataforma. 

Embora o PIX seja uma ferramenta inovadora que promete instantaneidade e gratuidade, é importante que os usuários se atentem quanto a algumas questões. Uma delas se refere ao limite de transferências via PIX no Caixa Tem, que é de apenas R$ 1.200.

Diante de todas as possibilidades com o uso do PIX, antes de mais nada é preciso cadastrar uma chave no Caixa Tem. Para isso, acesse o aplicativo e selecione a opção “PIX” na tela inicial. 

Em seguida, o cliente do banco deve escolher uma das chaves a seguir:

  • CPF;
  • Endereço de e-mail;
  • Telefone;
  • Chave aleatória (conjunto extenso de letras e números gerados pelo Banco Central).

Ao optar por uma dessas chaves, basta inserir a informação correspondente e confirmar o procedimento clicando em “Sim, estou de acordo”. Por fim, basta digitar a senha de acesso ao Caixa Tem e finalizar o cadastro da chave PIX. 

O PIX permite transferências e pagamentos em até dez segundos, garantindo a segurança e praticidade em transações que podem ser realizadas durante as 24 horas do dia, incluindo finais de semana e feriados. 

Através do Caixa Tem é possível pagar boletos mediante a sincronização da câmera do celular junto ao aplicativo para escanear o código de barras do boleto. Também há a alternativa de colar o número do código de barras para concluir o procedimento. 

Os usuários também podem realizar compras recorrendo ao uso do cartão de débito virtual e gerando um código de proteção com validade de apenas alguns minutos. Também é possível fazer o pagamento mediante a leitura do QR Code emitido pelo estabelecimento comercial.

Por fim, as principais ferramentas vinculadas a uma conta bancária também podem ser utilizadas pelo Caixa Tem. É o caso do TED, DOC e da recém lançada, chave PIX.

No caso do PIX, basta que o cliente do Caixa Tem indique a chave de segurança do receptor. Esta chave pode ser o número do telefone celular, CPF, e-mail ou uma sequência aleatória de números e letras gerada no aplicativo no mesmo instante. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.