Lucro do FGTS será pago até agosto; quem recebe? Qual será o valor? Quando será o pagamento?

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um direito de todos os trabalhadores com carteira assinada. Funciona como uma espécie de poupança forçada, alimentada por contribuições feitas pelos empregadores, no valor de 8% do salário dos empregados. Até 2017, seu rendimento anual era de 3% + Taxa de Referência (que voltou a ser maior que zero depois de um longo período).

Mas a partir de 2017, o FGTS também passou a contar com o chamado “lucro”. Esse lucro é proveniente das operações de investimento realizadas pela Caixa com o dinheiro do fundo. Em vez de deixar ele parado, o banco, que é gestor do fundo, investe o dinheiro em títulos públicos e de renda fixa, investimentos em infraestrutura e financiamentos imobiliários.

Dessa forma, todos os anos a Caixa repassa uma parte do lucro obtido com os investimentos para os trabalhadores que participam do FGTS. Em 2021, foram repassados 96% do lucro, o que significou R$ 8,1 bilhões a mais para o fundo, distribuídos entre 191 milhões de contas ativas e inativas. Graças ao lucro, a taxa de rendimento total do FGTS em 2021 foi de 4,92%.

Quem recebe o lucro do FGTS?

Têm direito a receber uma parte do lucro do FGTS todos os trabalhadores que tinham saldo positivo no fundo até 31 de dezembro do ano anterior.

Qual o valor do lucro do FGTS?

O valor total do lucro depende da rentabilidade dos investimentos feitos pela Caixa. Todo ano, o banco calcula um índice de distribuição, que representa a taxa de lucro a ser repassada para cada conta do fundo. Multiplicando-se o saldo no FGTS pelo índice de distribuição, chega-se à parcela de lucro que o trabalhador receberá.

Se o trabalhador possui R$ 10 mil no fundo e o índice de distribuição for de 0,02, por exemplo, o trabalhador receberá um lucro de R$ 200.

Veja como consultar o seu saldo no FGTS.

Quando o lucro será pago?

Por lei, a Caixa deve repassar o lucro de 2021 até 31 de agosto de 2022. No ano passado, por exemplo, todos os repasses do lucro de 2020 foram realizados até 24 de agosto.

Como sacar?

O lucro é incorporado ao saldo do FGTS, que só pode ser sacado em situações específicas, como:

  • Demissão sem justa causa
  • Aposentadoria
  • Calamidade pública
  • Compra de imóvel
  • Doenças graves, como câncer
  • Falência da empresa
  • Longos períodos de desemprego
  • Etc.

Também existe a modalidade de saque-aniversário, na qual o trabalhador pode sacar uma parte do fundo no mês em que faz aniversário. Além dessas opções, em 2022 o trabalhador pode ter acesso ao dinheiro do fundo através do saque emergencial, de até R$ 1.000, disponível a partir de abril.

A solicitação do saque pode ser feita através do app FGTS. Confira o passo a passo aqui.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amaury Nogueira
Amaury da Silva Nogueira é bacharelando em Letras/Edição pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Apaixonado pelo universo da escrita, atua há dois anos como redator e realiza pesquisas sobre história da edição no Brasil. Além disso, atualmente pesquisa também sobre direitos e benefícios sociais para agregar conhecimento na redação do portal de notícias FDR.