Bitcoin: criptomoeda encerra trimestre ‘estacionada’; entenda

No primeiro trimestre deste ano, o bitcoin encerrou em aproximadamente US$ 47 mil. Este foi o mesmo nível observado no começo de 2022. Os três primeiros meses do ano foram marcados pelas estimativas sobre o aperto monetário por parte do Federal Reserve (Fed, o Banco Central dos Estados).

Bitcoin: criptomoeda encerra trimestre 'estacionada'; entenda
Bitcoin: criptomoeda encerra trimestre ‘estacionada’; entenda (Imagem: Montagem/FDR)

Outro fator que agitou o mercado foi a invasão da Ucrânia pela Rússia. Em 24 de fevereiro, após o presidente russo, Vladimir Putin ter anunciado a operação militar na fronteira do país vizinho, a criptomoeda tinha registrado queda de 8%.

Bitcoin passou por grande oscilação no primeiro trimestre

Ao Valor, o diretor da Ripio no Brasil, Henrique Teixeira, afirma que os três primeiros meses do ano foram marcados por grandes volatilidades. Ele destacou que o valor da criptomoeda voltou para o nível visto no começo do ano somente na última semana do trimestre.

Teixeira afirma que que estes ganhos também ocorreram em outras criptomoedas, como ethereum, cardano e solana. Com isso, o mercado cripto superou a marca de US$ 2 trilhões em valor de mercado.

Apesar disso, o executivo reforça que os investidores seguem cautelosos. No curto prazo, pelo menos, foi observado que o “inverno cripto” (situação em que não existe tendência de aumento definido) ainda não encerrou.

Primeiro trimestre teve dois momentos de oportunidade para o bitcoin

Segundo o presidente da BitPreço, Ney Pimenta, ao Valor, a retoma do bitcoin ao nível dos US$ 47 mil/US$ 48 mil indica uma área de forte resistência.

Contudo, o executivo destaca que a volatilidade, no trimestre, registrou dois momentos positivos — para a compra com valor muito favorável. O primeiro ocorreu no fim de janeiro, quando o valor chegou a US$ 32 mil. O segundo foi no começo da guerra na Ucrânia, diante da fuga de ativos de risco.

No entendimento de Pimenta, a redução no volume negociado, observado desde novembro do ano passado, se reverteu. Conforme ele, isso pode indicou um começo de otimismo no mercado.

Por fim, o executivo revela ter perspectivas otimistas para o próximo período. Ele informa que 2020 terminou em clima de pessimismo, por conta do sentimento de que o período de elevação tinha se encerrado.

Ainda havia a estimativa de que o preço cairia — e realmente caiu. Porém, agora, existe um olhar positivo, segundo ele.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.