‘McToken Feliz’: McDonald’s estuda ingressar no metaverso

McToken Feliz? A famosa rede de fast food, McDonald’s estuda ingressar no metaverso. Em fevereiro a empresa apresentou pedidos de marca registrada para criação de espaços virtuais e venda de ativos digitais. 

Através do Twitter, o advogado de marcas e fundador da Gerben Int’sellectual Property, Josh Gerben, informou sobre o interesse de uma marca registrada em inserir o McDonald’s no mundo virtual. Apesar disso, a empresa de lanches parece mais interessada em lançar seu próprio token.

Consultas públicas na Blockchain

Mesmo com o princípio de segurança da blockchain que priva a consulta de dados pessoais, os valores de tokens e endereços de carteiras são públicos e exploradores podem consultar parte das informações.

De acordo com a equipe do Crypto Times, no site Etherscan foi percebido um novo contrato de token realizado a cerca de um mês, de nome “McDonald’s Metaverse”.

A pesquisa feita ainda revela mais informações, a busca foi realizada por meio do contrato do token, o “0x4b4d206dc79c4a9c5a7e20787dd63648eb7fa8c1″ e como resultado constatou-se que foram criados 100.000.000.000.000 desses tokens, com 469 carteiras que os possuem. 

O token se trata de um ERC-20, um criptoativo fungível da rede Ethereum. Até o momento são 6.679 transações feitas com o criptoativo na rede.

McToken Feliz

O token investigado foi criado pela corretora descentralizada UniSwap, através de uma “piscina” de liquidez, com diversos criptoativos dentro para que assim se tenha uma oferta necessária que alcance a demanda do mercado.

Foi registrado que importantes carteiras realizaram retiradas dos tokens da piscina de liquidez. Outras retiradas de endereços como a Coinbase e Binance também foram feitas. Entretanto, o semi-anonimato da blockchain não permite que se confirme a veracidade das carteiras.

Acredita-se na possibilidade de se tratarem também de endereços de custódia das corretoras maiores, para que posteriormente os tokens sejam vendidos nas grandes plataformas.

Todos os ativos que se encontravam na piscina de liquidez foram retirados por meio de grandes movimentações. Entre as carteiras famosas que retiraram amontoados do token estão a de Neymar Jr. e do bilionário Gary Vee. Até o momento em que a matéria foi escrita, a McDonald’s ainda não se pronunciou sobre o assunto.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.