McDonald’s, Coca-Cola e Starbucks suspendem operações na Rússia; como ficam as ações?

Nesta terça-feira (8), o McDonald’s, Coca-Cola e Starbucks anunciaram a suspensão de operações na Rússia. Nas redes sociais, estas empresas foram alvo de boicote. Após a invasão da Ucrânia, diversas companhias passaram a cortar laços com a Rússia, como forma de protesto.

O McDonald’s declarou que fechará temporariamente seus 850 restaurantes na Rússia — e suspenderá todas as operações no país. O anúncio foi realizado pelo CEO da empresa, Chris Kempczinski, a franquiados e funcionários da rede.

A companhia informou que manterá o salário dos 62 mil funcionários presentes na Rússia — enquanto as lojas estão fechadas. A rede de fast-food atua há mais de 30 anos no país liderado por Vladimir Putin.

A Coca-Cola Co., em comunicado, indicou a suspensão das operações no país, mas sem informar os números e impacto da decisão. A empresa alegou que seguirá monitorando a situação, ao mesmo passo que as circunstâncias surjam.

O CEO da Starbucks Coffe Company, Kevin Johnson, em carta aos parceiros da rede, alegou que a decisão — de suspender as operações no país — abrange o envio de todos os produtos da empresa.

Segundo ele, o parceiro licenciado da companhia concordou em pausar, de forma imediata, as operações da loja na Rússia. Esse parceiro proporcionará suporte aos quase 2 mil parceiros no país que dependem da Starbucks para a subsistência.

Além destas empresas, centenas de outras também decidiram romper laços com Moscou. Até 9 de março, mais de 300 companhias suspenderam operações — como forma de protesto pela invasão da Ucrânia —, segundo apurado pela Universidade de Yale, nos Estados Unidos.

Por conta das sanções do Ocidente, o cotidiano do país de Vladimir Putin tem alterado. O rublo, moeda local, perdeu um terço de seu valor. Além disso, grandes empresas multinacionais vêm deixando de conceder produtos na Rússia.

Desempenho das ações do McDonald’s, Coca-Cola e Starbucks

As ações das três companhias vêm desempenhando positivamente entre os investidores, nos Estados Unidos, um dia após anunciar a suspensão de operações na Rússia.

Por volta das 11h50, em Nova York, as ações do McDonald’s registravam alta de 1,19%, a US$ 226,44. Os papéis da Coca-Cola, em NY, subiram 0,76%, a US$ 59,10. Já as ações do Starbucks, na Nasdaq, elevaram 3,34%, a US$ 86,80.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.