FGTS: saiba quando você pode fazer saque das suas contas ativas e inativas

Pontos-chave
  • Novo saque do FGTS é aprovado pelo governo;
  • Trabalhadores devem ficar atentos as categorias do fundo de garantia;
  • Saiba como consultar seu saldo para pedir novos valores.

Novo saque pelo FGTS aumenta busca de informações pelo projeto. Nos últimos dias, muito tem se falado sobre as contas ativas e inativas do fundo de garantia. O governo federal acaba de aprovar a concessão do valor de R$ 1 mil para os trabalhadores, mas há ainda como solicitar parcelas maiores. Confira.

FGTS: saiba quando você pode fazer saque das suas contas ativas e inativas (Imagem: FDR)
FGTS: saiba quando você pode fazer saque das suas contas ativas e inativas (Imagem: FDR)

O FGTS funciona como uma espécie de conta poupança elaborada ao longo da carreira de trabalho de cada cidadão. Mensalmente, para quem estar no regime CLT, são descontados 7% do salário que ficam retidos no fundo de garantia. Posteriormente, no tanto, a quantia pode ser retirada.

Em que situações posso sacar dinheiro do meu FGTS?

  • Aposentadoria;
  • Compra de imóvel;
  • Para pagar imóvel comprado através de consórcio;
  • Para pagar imóvel financiado (pelo Sistema Financeiro de Habitação);
  • Demissão sem justa causa;
  • Rescisão por acordo;
  • Falecimento do patrão e fechamento da empresa;
  • Término do contrato de trabalho de um trabalhador temporário;
  • Falta de atividade remunerada para trabalhador avulso por 90 dias ou mais;
  • Ter idade igual ou superior a 70 anos;
  • Doenças graves (como Aids ou câncer) do trabalhador, sua mulher ou filho, ou em caso de estágio terminal em qualquer doença;
  • Falecimento do trabalhador;
  • Rescisão por culpa recíproca ou força maior;
  • Em caso de necessidade pessoal urgente e grave, decorrente de chuvas e inundações que tenham atingido a residência do trabalhador, quando a situação for de emergência ou calamidade pública reconhecida por portaria do governo federal;
  • Quando a conta permanecer sem depósito por três anos ininterruptos;
  • Se é um trabalhador avulso (sem vínculo empregatício, mas feito por intermédio de uma entidade de classe) e fica suspenso por período igual ou superior a 90 dias;
  • Dependentes ou herdeiros reconhecidos judicialmente, após a morte do trabalhador;
  • Saque-aniversário;
  • Saque extraordinário.

Como consultar meu saldo no FGTS?

Pelo site

  • Acesse o site do FGTS;
  • Informe o número do seu PIS ou CPF e a sua senha;
  • Caso não tenha uma senha basta clicar em Cadastrar/Esqueci Senha e seguir os passos;
  • Leia o regulamento e clique em “Aceito”;
  • Preencha o cadastro com os seus dados pessoais;
  • Crie uma senha com até 8 dígitos e confirme;
  • Você receberá uma notificação de cadastro realizado;
  • Pronto, dentro da plataforma basta clicar em FGTS e por fim em Extrato Completo.

Pelo aplicativo

  • Baixe grátis o aplicativo FGTS para Android ou iOS;
  • Na tela inicial, clique em “Primeiro Acesso”;
  • Leia o contrato e clique em “Aceitar”;
  • Informe o número do seu NIS e clique em “Continuar”;
  • Preencha o formulário com seus dados pessoais e clique em “Próximo”;
  • Crie uma senha e aperte em “Cadastrar”;
  • Pronto, na plataforma clique em Extrato.

Saque extraordinário do FGTS

A partir do dia 20 de abril, a população poderá retirar mil reais de suas contas. O repasse será autorizado para qualquer cidadão com um saldo igual ou superior, sendo realizado nas seguintes datas:

  • Nascidos em janeiro: 20 de abril;
  • Nascidos em fevereiro: 30 abril;
  • Nascidos em março: 04 de maio;
  • Nascidos em ​abril: 11 de maio;
  • Nascidos em maio: 14 de maio;
  • Nascidos em junho: 18 de maio;
  • Nascidos em julho: 21 de maio;
  • Nascidos em agosto: 25 de maio;
  • Nascidos em ​setembro: 28 de maio;
  • Nascidos em outubro: 1º de junho;
  • Nascidos em novembro: 08 de junho;
  • Nascidos em dezembro: 15 de junho.

Não tenho FGTS, como criar uma conta?

Normalmente, as contas ativas e inativas do fundo de garantia são elaboradas a partir da vinculação de trabalho. Por se tratar de um programa destinado aos empregados brasileiros, é preciso se enquadra nos seguintes regimes ou serviços:

  • Trabalhadores regidos pela CLT (de carteira assinada);
  • Trabalhadores rurais;
  • Trabalhadores intermitentes;
  • Temporários;
  • Trabalhadores avulsos (quem presta serviços a inúmeras empresas, mas é contratado por um sindicato por isso, não tem vínculo empregatício);
  • Atletas profissionais;
  • Empregados domésticos.

Documentos exigidos pelo FGTS

  • Documento de identificação pessoal;
  • Número do PIS ou PASEP ou NIS ou NIT;
  • TRCT, TQRCT/THRCT (para as rescisões formalizadas até 10/11/2017);
  • Apresentar CTPS Original e reter cópia das páginas CTPS (folha de rosto/verso e da página do contrato de trabalho) para as rescisões de contrato a partir 11/11/2017;
  • Termo de audiência e conciliação da Justiça do Trabalho, homologado pelo juízo do processo, que reconheça a dispensa sem justa causa, quando esta resultar de acordo ou conciliação em reclamação trabalhista, quando se tratar de ação trabalhista;

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.