Novo Enem: confira as mudanças anunciadas pelo MEC

A partir de 2024 os estudantes brasileiros contração com o Novo Enem, anunciado pelo Ministério da Educação. Exame deve seguir o Novo Ensino Médio implantado a partir desse ano.

Novo Enem: confira as mudanças anunciadas pelo MEC
Novo Enem: confira as mudanças anunciadas pelo MEC (Imagem: FDR)

Na última quinta-feira, 17, o Ministro da Educação, Milton Ribeiro, os secretários do MEC e o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Danilo Dupas, anunciaram o Novo Enem.

As mudanças do Exame Nacional do Ensino Médio devem acompanhar as alterações feitas no Ensino Médio e passam a ser válidas a partir de 2024.

“Com a implementação do Novo Ensino Médio, iniciado em 2022, nossos estudantes estão experienciando um processo educacional mais atualizado com as demandas do mundo do trabalho. O ensino médio mudou e o Enem também precisa se atualizar. Queremos que todos os estudantes tenham uma formação geral básica robusta, com ênfase em língua portuguesa e matemática”, pontuou o Ministro da Educação.

Novo Enem, o que muda?

O exame continua a ser aplicado em dois dias, no entanto, os estudantes passarão por duas provas.

A primeira, comum a todos os candidatos, deve ser composta por questões direcionadas pela BNCC.

Nessa fase as questões serão interdisciplinares, isso quer dizer que a prova não será dividida por disciplina. Para fazer essa etapa os estudantes precisarão muito mais de interpretação do que de conteúdo. Também está inserida a prova de redação.

Enquanto que a segunda será específica de acordo com a formação recebida durante o ensino médio (ciências humanas, ciências da natureza, linguagens ou matemática), também sem enfoque conteudista, segundo habilidades e competências desenvolvidas.

Além disso, o Novo Enem vai contar com questões discursivas (abertas, em que o estudante precisa escrever para responder ao que se pede) e de múltipla escolha (modelo adotado atualmente, a famosa “prova de marcar”).

 “Naturalmente o Enem e os sistemas de seleção para o nível superior têm que se adaptar a esse sistema de educação. Estamos traçando as bases para que a formação profissional e tecnológica ganhe um novo estágio no país, com mais oportunidades durante a educação. Queremos fazer a interface entre o ensino técnico de nível médio e o ensino superior”, encerrou Milton Ribeiro.

Para saber mais sobre vagas de emprego, vestibulares e cursos, acompanhe a editoria de Carreiras do FDR.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.