Mais três empresas desistem de abrir capital na bolsa de valores; confira quem são

A JFL, BMRV Participações e Self It Academias passaram a integrar a lista de desistências de processos de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A informação, das empresas que desistem de abrir capital na bolsa de valores, foi levantada pelo Valor.

Mais três empresas desistem de abrir capital na bolsa de valores; confira quem são
Mais três empresas desistem de abrir capital na bolsa de valores; confira quem são (Imagem: Montagem/FDR)

Fundada em 2015 na capital de São Paulo, a JFL é uma construtora de imóveis de luxo. Em setembro do ano passado, quando a empresa entrou com pedido de IPO, havia a expectativa de levantar R$ 1 bilhão na oferta.

Na minuta, a companhia se descreveu como uma “plataforma de gestão líder no crescente mercado de Multifamily”. A JFL também informou que possuí quatro empreendimentos prontos — e seis empreendimentos em desenvolvimento. Ao todo, totalizavam 1,7 mil unidades.

Constituída em 2004 em Belo Horizonte, Minas Gerais, a BMRV é uma holding de transações eletrônicas e serviços pré-pagos. Em setembro do último ano, a empresa protocolou minuta de prospecto para efetuar o IPO.

Conforme o documento enviado à CVM, os valores líquidos vindos da oferta serão direcionados às operações de fusão e aquisição (M&A) e aumento orgânico e capital de giro.

Criada em 2012 em Salvador, Bahia, a Self It é uma rede de academia e ginástica. A solicitação de abertura de capital da companhia aconteceu em dezembro de 2021.

Na ocasião, a empresa havia informado que tinha 65 unidades, além de mais de 115 clientes distribuídos por todo o país. A companhia disse que as mensalidades variavam de R$ 79,90 a R$ 109,90.

Nos primeiros nove meses de 2021, a Self It registrou uma receita líquida ade R$ 68,1 milhões. Isso representa uma alta de 12,4% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Dezenas de empresas já desistiram de abrir capital na bolsa de valores em 2022

Segundo apurado pelo Valor, apenas neste ano, 21 empresas já cancelaram ou atrasaram planos de abrir capital na bolsa de valores.

Outras empresas que desistiram do IPO foram: Cerradinho Bioenergia, CSN Cimentos, Datora, VIX Logística, Verzani & Sandrini, Monte Rodovias, Ammo Varejo, Bluefit Academias, Madero, Dori Alimentos, Environmental ESG, Vero Internet, ISH Tech, Coty, Claranet, Fulwood, Cencosud e Cantu Store.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.