PicPay lança nova modalidade de investimento; retorno é de até 124% ao ano

PicPay lança nova modalidade de investimento em que o retorno é de até quase 124% ao ano. Na P2P Lending, é possível emprestar dinheiro e obter uma alta rentabilidade.

Com o novo produto de investimento do PicPay é possível ter uma rentabilidade de 123,96% ao ano. Segundo a empresa, os retornos para quem empresta são mensais. A cada pagamento das parcelas do empréstimo, são acrescentados os juros e variação de acordo com o risco da operação. 

Interessados em obter empréstimos poderão sacar entre R$ 100 e até R$ 15 mil, a taxa de juros cobrada é a partir de 2,09% ao mês. O executivo responsável pelo Marketplace Financeiro do PicPay, Frederico Trevisan, explica os objetivos por trás da modalidade “O Clube de Empréstimos do PicPay contribui para a democratização do acesso ao crédito enquanto oferece uma opção de investimento atrativa para os usuários”.

Livre de burocracias

O PicPay se responsabiliza pela parede burocrática do processo. A fintech realiza a cobrança do valor emprestado, além de avaliar o risco de cada pedido e fazer o intermédio das negociações.

Tudo deve acontecer dentro da plataforma PicPay, com as solicitações, avisos e repasses usufruindo da segurança da plataforma. Apesar disso, a empresa deixa claro que o risco da aplicação é uma responsabilidade do investidor, apesar da análise feita pela instituição que pondera o risco da operação.

P2P Lending 

O P2P Lending (Peer to Peer Lending) é uma modalidade de empréstimo que busca despertar o interesse de empresas e pessoas físicas que querem investir e possuem oferta de crédito restrita. A modalidade foi aprovada pelo Banco Central em 2018, com a criação da Sociedade de Empréstimo entre Pessoas, a SEP.

A modalidade visa ser lucrativa para ambas as partes, já que o investidor que concede o crédito também ganhará de acordo com os rendimentos da categoria. Através do P2P Lending empresas como o PicPay colocam em contato pessoas em busca de crédito e aqueles que irão oferecer o crédito com o intuito de lucrar com as taxas aplicáveis.

Uma oportunidade de praticidade e custos reduzidos, a expectativa é de que a modalidade que está em fase inicial no Brasil, se desenvolva ainda mais nos próximos anos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.