2022 será o ano dos consórcios? Confira tudo sobre esta modalidade

O ano de 2022 será promissor para os consórcios. O crescimento da modalidade acontece em decorrência da alta da Selic, que opera no aumento dos juros.

Com a Selic chegando a 10,75%, os consórcios ganham espaço visto que não são ajustados de acordo com a taxa básica de juros. O reajuste do valor da mensalidade do consórcio acontece anualmente e segue a inflação.

Consumidores têm no consórcio uma opção mais segura

Além de ser uma modalidade mais barata, o consórcio é também uma opção segura, já que o consorciado não perde poder de compra mesmo diante da volatilidade da economia. 

Diante de períodos de alta da Selic, o acesso ao crédito se torna menos acessível ao consumidor, pois quando os juros aumentam, as financeiras passam a exigir do cliente a comprovação de uma renda mais alta.

Apesar das vantagens, é importante destacar que o consórcio é uma opção para quem pode esperar a aquisição de um bem até ser contemplado. Para quem busca adquirir algo imediatamente, os financiamentos acabam por funcionar melhor, apesar dos juros.

Consórcio Magalu oferecendo condições especiais

O consórcio Magalu oferece ao consumidor condições especiais para a compra de imóveis, carros e motos. O processo de adesão é feito por meio de contratação de plano, feito em lojas do Magalu, ou por meio dos canais digitais da empresa como site e aplicativo. Feito isso, o consumidor pode escolher a parcela que melhor se encaixa no orçamento.

As cartas de crédito contemplam imóveis, motos, carros, caminhões, e até mesmo serviços de reformas e viagens, ou projetos gamers, consultório odontológico, entre outros. 

Os valores das parcelas devem ser calculados de acordo com o preço do bem, somado à taxa de administração do grupo e ao fundo reserva e o seguro. Os valores são diluídos ao longo dos meses para que o juros esteja longe dos valores cobrados em um financiamento. 

Com a taxa de administração o consorciado adquire uma cota de imóvel em 240 meses com uma taxa de 24%, os 24% serão divididos nos 240 meses. Ou seja, o plano terá uma taxa de 1,2% ao ano, 0,10% ao mês. Outras modalidades variam entre 7,99% e 12% ao ano.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.