Bolsa de Valores: Ações na Natura (NTCO3) desabam após divulgação de resultados

Após subirem 16,25% na véspera, as ações da Natura caíram 9,30% nesta quinta-feira (10). Os papéis da companhia fecharam o pregão cotados a R$ 21,74%. O movimento aconteceu em meio ao fenômeno “subiu no boato, caiu no fato”.

Bolsa de Valores: Ações na Natura (NTCO3) desabam após divulgação de resultados
Bolsa de Valores: Ações na Natura (NTCO3) desabam após divulgação de resultados (Imagem: Montagem/FDR)

Nos três últimos meses de 2021, a Natura registrou números vistos como positivos pelo mercado. a companhia teve lucro líquido atribuído aos acionistas controladores de R$ 695,4 milhões no período. Isso representa uma alta de 292% em comparação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O desempenho foi favorecido, especialmente, pelos novos ganhos com a integração da Avon — relativos ao desenvolvimento da estrutura corporativa.

A empresa teve receita líquida de R$ 11,6 bilhões. O resultado ficou 3% abaixo do observado no quarto trimestre de 2020. De qualquer modo, os números ficaram em linha com as projeções média de analistas.

Apesar da performance positiva, as ações da Natura seguiram direção contrária. Na mínima desta quinta-feira, os papéis chegaram a registrar desvalorização de 12,10%.

Possíveis explicações para o desempenho das ações da Natura (NTCO3)

Nos últimos dias, as ações da Natura passaram pelo fenômeno “subiu no boato, caiu no fato”. Isso acontece quando um ativo se valoriza em meio à projeção de um evento positivo — mas, após isso, cai quando se concretiza o evento.

No pregão desta quarta, o desempenho foi favorável para os papéis de varejistas e para o Ibovespa, de modo geral.

A performance acompanhou a expectativa de que houvesse uma solução diplomática para o conflito entre Rússia e Ucrânia. Neste sentido, ocorreu aumento do apetite ao risco, de forma que os papéis descontados valorizassem.

No entanto, nesta quinta, houve uma redução no índice de referência da bolsa de valores. Isso por conta de que a nova rodada de negociações entre as nações não teve progresso. Com isso, os ativos, de modo geral, caíram.

Alguns aspectos do balanço trimestral também chamaram a atenção. O Bradesco BBI ressaltou alguns números, mesmo observando os resultados como uma surpresa favorável. Os dados da receita ficaram abaixo das estimativas, com prosseguimento de uma fraca tendência para esta linha no balanço.

A Levante, por sua vez, apontou que os dados foram positivos. Apesar disso, foi chamada a atenção para o panorama geopolítico, que trouxe novos desafios aos empreendimentos da Natura — e também alta das disrupções nas cadeias de suprimentos, enfraquecidos níveis de consumo e crescente inflação.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.