Bolsa de Valores: ações da Natura (NTCO3) sobem 16%; confira o que motivou a alta

Nesta quarta-feira (9), as ações da Natura (NTCO3) chegaram a subir mais de 16% durante o pregão. A alta acontece em meio às expectativas sobre os resultados do quarto trimestre de 2021. O balanço trimestral da companhia foi divulgado após o fechamento.

Bolsa de Valores: ações da Natura (NTCO3) sobem 16%; confira o que motivou a alta
Bolsa de Valores: ações da Natura (NTCO3) sobem 16%; confira o que motivou a alta (Imagem: Montagem/FDR)

A valorização das ações também aconteceu após o banco J.P. Morgan mudar a recomendação de venda para neutro para os recibos de ações (ADRs) da Natura, negociados na Bolsa de Nova York. O preço-alvo indicado foi de US$ 10.

Assim como aconteceu na Bolsa brasileira, os ativos negociados nos Estados Unidos elevaram em nível similar. Segundo uma fonte consultada pelo Valor, o banco indicava venda para os ativos há muito tempo.

Antes da divulgação do balanço trimestral, casas de análise e bancos apresentavam cautela. O Itaú BBA estimava que a receita da Avon chegaria a R$ 11,06 bilhão; e um lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de R$ 1,14 bilhão.

A XP Investimentos informou que os resultados de curto prazo devem ser pressionados pelas propostas de restruturação na Avon. A casa projetava que a receita ficaria em R$ 11,8 bilhões, e Ebitda em R$ 1 bilhão.

Ao Seu Dinheiro, o head de renda variável da Vitreo, Marcel de Andrade, indicou que as expectativas para o balanço trimestral — antes da divulgação —são ruins. Contudo, ele declara que um panorama ainda pior pode ter sido precificado.

Na noite desta quarta-feira, a Natura informou que a receita líquida totalizou R$ 11,643 bilhões no quarto trimestre do ano passado. Em relação ao mesmo período de 2020, houve uma perda de 3%. O Ebitda ajustado aumentou 3,9%, chegando a R$ 1,543 bilhão.

O presidente da Natura&Co, Roberto Marques, declara ao Valor que, mesmo com a diminuição da receita em relação a 2020, a redução foi menor do que o setor. Além disso, ele destacou o crescimento ante 2019 — período anterior à pandemia de coronavírus.

Desempenho das ações da Natura (NTCO3)

No fechamento desta quarta, as ações da natura subiram 16,23%, a R$ 23,97. Durante o pregão, os papéis chegaram a atingir a máxima de R$ 24,62. No mês, a companhia acumula alta de 3,54%.

Apesar da valorização recente, as ações da empresa seguem no vermelho em 2022. No acumulado anual, os papéis apresentam desvalorização de 5,74%.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.