Carnaval 2022: sem blocos na rua, festas chegam a custar R$ 700; confira

No Brasil, as principais cidades do país, como São Paulo e Rio de Janeiro, não terão Carnaval de rua neste ano. Porém, aqueles que gostam de Carnaval poderão curtir festas fechadas. 

As prefeituras de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Belo Horizonte liberaram festas fechadas com ingressos de até R$700.

Apesar disso, algumas outras prefeituras como Recife, Natal, Cuiabá, Porto Velho e Macapá decidiram vetar até os eventos particulares, por conta do avanço da ôminicron.

Na sexta-feira (18), o país registrou cerca de 840 mortes e mais de 110,3 mil casos de Covid na média móvel semanal.

Algumas festas fechadas podem ser encontradas em alguns sites como o Carnaval das Artes, o Grande Baile de Máscaras e Carnarildy são eventos que cobram ingressos de mais de R$ 700 e terão shows de Anitta, Ludmilla e Luan Santana. Os camarotes estão com valores ainda mais altos.

Uma festa, no litoral norte de São Paulo, Ubatuba, o camarote do Carnaval no Cafe de La Musique para seis pessoas custa até R$ 3.000.

Regras

Mesmo que não sejam estipulados número de participantes, as prefeituras determinam que os foliões sigam algumas regras. 

Nos espaços fechados, é necessário o uso de máscara, já em ambientes abertos, o uso pode ser definido pelo participante. Nos dois espaços os participantes deverão apresentar o comprovante de vacinação.

Salvador

A capital com o maior Carnaval do país, a festa de rua não será realizada pelo segundo ano. 

Porém, estão permitidas festas privadas com limite de público de  1.500 pessoas. Até a semana passada, a prefeitura havia recebido o pedido de licença para 11 eventos no Carnaval.

Alguns eventos foram cancelados, depois do governo tentar reduzir o limite de público dos eventos depois dos casos de Covid-19 aumentaram em janeiro.

Isso aconteceu com a festa que iria acontecer no  Centro de Convenções e na Arena Fonte Nova que teria shows de Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Léo Santana e Bell Marques.

Desfiles no Sambódromo

No Rio e em São Paulo, os desfiles que acontecem na Sapucaí foram adiados para  o dia 21 de abril, feriado de Tiradentes.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.