Deu ruim! Influencer denunciada por estelionato é presa; saiba mais

Deu ruim para a influencer Rayane Figliuzzi, a blogueira carioca que havia sido denunciada por estelionato foi presa em Areal.

Ray, como também é conhecida a blogueira, estava sendo procurada por estelionato e foi presa no último domingo (13). A prisão foi realizada por policiais militares do Batalhão de Três Rios. A influencer foi liberada para voltar para casa ao se informar que cumpriria prisão domiciliar com monitoramento eletrônico pelo juiz Elleston Lissandro Canali no dia 17 de janeiro.

Golpe do motoboy

A ordem foi determinada ainda em janeiro pelo juízo de Santa Catarina. De acordo com as investigações, a blogueira recebeu a acusação de fazer parte de uma quadrilha de estelionatários, a “Família Errejota”. A quadrilha que seria do noivo de Rayanne é especializada no golpe conhecido como “golpe do motoboy”.

Os criminosos faziam ligações para as vítimas fingindo ser representantes de agências bancárias informando sobre uma compra suspeita identificada. Os golpistas então pediam para que a vítima informasse a senha do cartão e pediam para que um motoboy recolhesse o cartão da vítima para ser descartado.

De acordo com a denúncia do MP de Santa Catarina, Rayane ajudava Alexandre Navarro Júnior, o Juninho, de 28 anos, emprestando a maquininha de cartão, além de fornecer suas contas bancárias para que funcionasse como depósitos temporários para o dinheiro desviado que seria posteriormente transferidos para o seu noivo.

Prisão domiciliar

Rayane deve cumprir prisão domiciliar em Areal, região serrana do Rio. A determinação foi feita tendo em conta que a influencer é mãe de um bebê de apenas seis meses. 

“Rayane não ficou presa na delegacia. Sua liberação foi determinada pelo juízo de Santa Catarina para que ela responda por seus atos em prisão domiciliar, que já estava determinada desde o dia 17 de janeiro. Ela não poderá sair de casa, somente com autorização judicial e não poderá ter contato com os demais investigados. Sobre ser apontada como participante de uma quadrilha de estelionatários, sua inocência ficará provada no decorrer da instrução criminal”, afirmam seus advogados Norley Lauand e Charles Santolia.

A influencer ainda não se encontra com sua tornozeleira eletrônica que será colocada mediante agendamento da Secretaria de Administração Penitenciária do Rio, a Seap.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.