Por que o Itaú tem quatro tipos diferentes de ações: ITUB3, ITUB4, ITSA3 e ITSA4?

Pontos-chave
  • Itaú e Itaúsa são empresas diferentes;
  • A Itaúsa controla o Itaú Unibanco;
  • As duas empresas possuem diferentes tipos de ações.

Ao acessar a bolsa de valores, há investidores que se perguntam por que o Itaú tem quatro tipos diferentes de ações: ITUB3, ITUB4, ITSA3 e ITSA4. As ações ITUB3 e ITUB4 pertencem ao Itaú. Já as ações ITSA3 e ITSA4 são da holding Itaúsa.

Por que o Itaú tem quatro tipos diferentes de ações: ITUB3, ITUB4, ITSA3 e ITSA4?
Por que o Itaú tem quatro tipos diferentes de ações: ITUB3, ITUB4, ITSA3 e ITSA4? (Imagem: Montagem/FDR)

Por que o Itaú tem quatro tipos diferentes de ações?

Apesar de terem nomes parecidos, e possuírem certa relação, o Itaú e Itaúsa são companhias diferentes. Consequentemente, elas negociam ativos diferentes.

De forma resumida, o Itaú é o Itaú Unibanco — o maior banco privado do Brasil. A Itaúsa, por sua vez, é uma holding que investe em diversas companhias, sendo o Itaú a principal delas. A holding detém quase 40% das ações do banco.
Aproximadamente 90% das receitas da Itaúsa são originadas do banco Itaú.

Apesar disso, a holding possui rendimentos de outras empresas. Diante disso, os resultados do portfólio de investimentos da Itaúsa possuem bastante ligação com o setor financeiro, mas não dependem unicamente dele.

A holding busca diversificar as aplicações, por meio de apostas em companhias lideres de seus setores — e existentes em países variados.

Dentre as empresas que fazem parte da Itaúsa, estão a Alpargatas, principal fabricante de vestuário e calçados da América Latina; e NTS, que opera sistema de gasodutos nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

O Itaú Unibanco, que também é de propriedade da Itaúsa, atua em mais de mil cidades brasileiras. O banco ainda está presente em países das Américas, Ásia e Europa.

A companhia da holding Itaúsa trabalha nos setores de varejo — como empréstimos, financiamento e oferta de crédito — e atacado, com oferta de investimento e de serviços bancários.

O banco também possui grande participação no mercado de cartões de crédito, controlando as bandeiras Hipercard, Itaucard e Unicard.

Quando vale a pena investir nas ações do Itaú ou Itaúsa

Antes de decidir pelo investimento ideal, o interessado deve entender seu perfil de investidor e a composição da carteira de ações. Já no caso de quem está em dúvida entre as ações das duas instituições, o The Capital Advisor realizou algumas comparações par ajudar na tomada de decisão.

Para as pessoas que gostariam de aplicar diretamente no Itaú Unibanco, há a recomendação de adquirir as ações ITUB3 e ITUB4. Desse modo, estes investidores poderão se tornar sócios efetivos do banco.

Ao comprar os papéis do Itaú Unibanco, o investidor comprará exatamente as operações financeiras da instituição — o que gera valor para a companhia. Já no caso de quem aplica na Itaúsa, conta com menos certeza sobre o destino que será concedido ao dinheiro.

Ainda vale destacar que a Itaúsa tem custos que o Itaú não possui. A holding tem que remunerar os funcionários, conselho de administração, entre outros.
Já para quem confia na capacidade de gestão dos controladores da Itaúsa — e tem disponibilidade de correr mais risco —, vale considerar a aplicação na holding.

Para o longo prazo, a Itaúsa pode ser favorável. Historicamente, em relação ao Itaú, a Itaúsa tem sido negociada a múltiplos menores. Isso ocorre porque, ao agrupar ativos, o mercado entende que existe um risco maior — e não gostaria de pagar o mesmo que pagaria pelas companhias separadamente.

Ao considerar o histórico de dividendos das duas companhias, de 2015 a 2019, a Itaúsa pagou mais dividendos do que o banco Itaú.

A escolha do investimento ideal dependerá dos objetivos do investidor
A escolha do investimento ideal dependerá dos objetivos do investidor (Imagem: Montagem/FDR)

Itaú Unibanco e Itaúsa negociam dois tipos de ações

Cada empresa tem dois tipos de ações: as ordinárias (ON), com final 3; e as preferenciais (PN), com final 4. A principal diferença entre elas é que as ações ordinárias dão direito a voto nas assembleias da companha. Já as preferenciais dão direito a receber primeiro os lucros distribuídos aos acionistas.

A decisão pela ação dependerá da estratégia de investimento da pessoa. Caso o interessado procure investir em companhias e se tornando sócio e impactando o destino do empreendimento, a ação ordinária pode se enquadrar melhor às necessidades.

Já caso a pessoa tenha mais interesse em receber apenas os dividendos — e não se envolver com a gestão da empresa —, a ação preferencial pode ser considerada.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.