Novidade: Santander adiciona caixa eletrônico do Banco24Horas em suas agências

Pela primeira vez no Brasil, um grande banco terá um caixa eletrônico de um terceiro dentro de suas agências. A TecBan, empresa controlada pelos cinco maiores bancos do país, deu início a um projeto piloto com o Santander em Goiás e já disse estar negociando com outras instituições. 

Esta abertura é mais um indício do momento de grande transformação que o setor bancário está passando. Em alguns países, essa integração de caixas independentes dentro das agências já é comum.

O objetivo não é substituir os caixas eletrônicos próprios dos bancos pelas unidades do Banco24Horas, marca utilizada pela TecBan. Os terminais serão instalados nas agências onde o banco não tem caixa próprio. 

O projeto piloto está sendo implementado em duas agências do Santander localizadas nos municípios de Ceres e Goianésia. Os caixas estão sendo instalados em um local aberto e pode ser utilizado por qualquer cliente das cerca de 150 instituições ligadas ao Banco24Horas. 

O vice-presidente executivo de tecnologia e operações do Santander, Ele Viani, disse que o objetivo do banco com este projeto é o expandir sua oferta de serviços bancários em locais que não possuem demanda para infraestrutura de terminais de apenas uma instituição.

Desta forma, o Santander aumenta a possibilidade de criação de novos negócios com clientes em potencial, trazendo mais resultados para as agências.

“Essa parceria abre caminho para melhorar a experiência do cliente e fomentar o desenvolvimento em regiões mais afastadas de grandes centros urbanos”, disse ele ao Valor Investe. O Santander possui cerca de 13 mil equipamentos próprios.

Expansão 

Segundo o modelo de parceria, o investimento total na implantação dos terminais fica sob responsabilidade da TecBan. A projeção da empresa é o de aumentar o modelo para agências de outras instituições, inclusive fintechs, bancos digitais e qualquer parceiro interessado, sem nenhuma restrição.

“Agora, além de estar no dia a dia das pessoas, com presença em estabelecimentos comerciais essenciais, também vamos potencializar o espaço e a capilaridade das agências bancárias, para que atendam a necessidade da região em que estão inseridas, mesmo que não sejam clientes específicos daquela instituição. Estamos focados em oferecer soluções diferenciadas, escaláveis e sustentáveis”, disse o diretor-geral da TecBan, Jaques Rosenzvaig.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.