Guedes fala em privatizar o Caixa Tem; o que isto impacta no aplicativo?

Em um evento realizado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro da Economia Paulo Guedes falou sobre a próxima etapa de inovação do aplicativo Caixa Tem: a privatização. A idéia de Guedes é que com o dinheiro arrecadado com a venda do aplicativo, o governo invista em programas de transferência de renda. 

Guedes disse ainda no evento, que “a Caixa Econômica Federal tem hoje lá dentro um banco que vale uns R$ 100 bilhões. Isso pode ser amanhã um grande programa de transferência de renda e riqueza para os brasileiros. Podemos privatizar e distribuir esses recursos”.

O ministro quer vender o app que é utilizado para pagar benefícios para 68 milhões de brasileiros e que foi responsável pela maior abertura de contas poupança no pais, com a finalidade de aumentar a quantidade de famílias inseridas em programas sociais.

O Caixa Tem foi criado em 2020, em meio a pandemia do coronavírus para que os beneficiários do Auxílio Emergencial tivesse acesso ao benefício. Após isso, o app não foi desativado e acabou passando por melhorias, servindo atualmente para fazer transferências bancárias, pagamentos, empréstimos, pedir cartão de crédito e muito mais.

Planos para o aplicativo 

O êxito do Caixa Tem sempre motivou a criação de novos planos no governo. Atualmente, o aplicativo conta com cerca de 100 milhões de usuários. No final de 2020, o jornal Folha de São Paulo revelou que o aplicativo buscava criar uma estrutura, formando uma equipe própria e abrindo capital para formar um novo banco digital.

Já em abril de 2021, Pedro Guimarães, presidente da Caixa, afirmou que existiam planos de realizar o IPO do Caixa Tem tanto na B3 como na bolsa americana Nasdaq. 

Caixa Tem poderia valer metade do Nubank

Com esta possível abertura de capital, o Caixa Tem concorreria com outras empresas do mesmo seguimento, como o Nubank. 

O Nubank fez sua estréia na New York Stock Exchange (NYSE), a Bolsa de Nova York, em dezembro do ano passado, valendo no mercado US$ 41,5 milhões. 

Ao fazer a conversão para dólar, a projeção feita por Paulo Guedes mesmo com uma quantidade 2,5x mais de clientes, um total de 100 milhões de usuários, o Caixa Tem valeria por volta de US$ 19 bilhões, ou seja, um pouco menos da metade do Nubank.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.