Pizzaria está dando US$ 3 para quem fugir do delivery; saiba mais

A pizzaria Domino´s está ofertando um desconto de  US$ 3 para os clientes que fizerem a retirada dos seus próprios pedidos. Esse é um sinal do impacto que a falta de motoristas de entrega está causando na rede.

É como se fosse uma gorjeta para os compradores que “tiram tempo e energia do dia para atuar como seus próprios entregadores”, disse o presidente executivo e diretor de marketing da Domino’s, Art D’Elia, em um comunicado. 

Essa gorjeta vem na forma de um código de cupom que os clientes podem usar em outro pedido de entrega na próxima semana. 

De acordo com a rede de pizzaria, esse acordo vem antes do Super Bowl e vai até 22 de maio. Normalmente são vendidas cerca de dois milhões de pizzas apenas no domingo do Superbowl, um dos maiores dias para a indústria, disse o presidente executivo.

A empresa está com problemas para contratar motoristas de entrega há algum tempo. Em uma teleconferência de resultados do terceiro trimestre em outubro de 2021, o CEO Richard Allison reconheceu a escassez de mão de obra como um problema para a rede, dizendo que construir uma equipe tem sido difícil.

Nos níveis gerais de funcionários no trimestre foram mais baixos no primeiro semestre de 2021 . Mesmo com a escassez de mão de obra em toda a empresa, a cadeia era a que mais carecia de motoristas. 

Para manter as vendas em alta, a Domino’s disse aos investidores que planejava se concentrar na promoção de pedidos de entrega, que não exigem motoristas de entrega. 

Esta nova promoção anunciada três meses depois dessa chamada de ganhos parece fazer parte do plano para direcionar os clientes para longe da entrega.

Com essa falta de motoristas de entrega pode representar um problema real para os resultados da rede. Tanto é que foi identificada uma queda nas vendas nas mesmas lojas pela primeira vez em 10 anos em 2021, depois de desfrutar de um boom induzido pela pandemia. 

As pizzarias tiveram uma grande vantagem sobre os concorrentes nos dois anos. Eles já tinham a infraestrutura e a base de clientes para entrega, refeições no local eram uma parte muito menor de seus negócios do que outras redes, então eles tinham menos negócios a perder. 

Mas, o crescimento foi mais forte nos primeiros dias da pandemia, com o crescimento das vendas nas mesmas lojas chegando a 10% no segundo, terceiro e quarto trimestres de 2020.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.