Você ainda usa cheque? Número de usuários deste meio de pagamentos está caindo; confira

Por muito tempo o cheque foi uma forma de pagamento bastante utilizada. Com o avanço dos meios de pagamento eletrônicos, o número de usuários de cheque está caindo.

Antes mesmo do lançamento do PIX, em 2020, os cartões de crédito e débito deram início a mudança que faz dos cheques coisa do passado. De acordo com dados apurados pela Federação Brasileira de Bancos, a Febraban, o uso de cheques no Brasil caiu em 23,7% em 2021 com relação a 2020. 

No último ano foram compensados 218,9 milhões de cheques, o número representa o menor valor da série histórica. Quando comparado ao ano de 1995, o primeiro ano de medicação, a queda é de uma porcentagem expressiva de 93,4%.

O avanço dos meios de pagamento

Nos últimos anos, com o avanço dos meios de pagamentos digitais que permite maior facilidade e segurança para os usuários, o cheque caiu no esquecimento. 

Andar com um talão de cheques na bolsa, algo comumente visto alguns anos atrás, hoje seria uma cena de causar estranheza. Em 1995, ano da primeira medição, o método era um dos mais utilizados, foram compensados 3,3 bilhões de cheques, somando R$ 2 trilhões.

Os números são claros, cada vez mais o cheque será menos utilizado e será algo pertencente ao passado, sendo mais visto em produções de ficção, causando estranhamento nas novas gerações. A Febraban destaca que a queda acentuada no uso de cheques no Brasil traz o reflexo do avanço dos meios de pagamentos digitais visto em 2020.

Atualmente, os meios digitais, como internet, mobile Bank e PIX, correspondem a 67% do total de transações feitas no país. O número se dá pelo surgimento do PIX que levou clientes a conhecerem o processo de digitalização. 

“As estatísticas divulgadas pela Febraban revelam que o cliente bancário tem deixado, cada vez mais, de usar cheques e optado por outros meios de pagamento, em especial os canais digitais (internet e mobile banking), que atualmente são responsáveis por 67% de todas as transações feitas no país, segundo a última edição da Pesquisa Febraban de Tecnologia Bancária” afirma o diretor adjunto de serviços da Febraban, Walter Faria.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.