Cartão Mais Protegido do Banco Inter vale a pena? Conheça detalhes do seguro

Para quem deseja uma proteção extra para o cartão, o Banco Inter oferece o seguro Cartão Mais Protegido. Este serviço é vendido pela Plataforma de Proteção do Inter, e emitido pela Liberty Seguros. Entenda se o Cartão Mais Protegido do Banco Inter vale a pena.

O Cartão Mais Protegido protege o beneficiários de prejuízos financeiros provocados pela perda, roubo e furto do cartão — assim como de operações de saques e compras por coação.

Planos do seguro Cartão Mais Protegido

O Banco Inter, por meio deste seguro, oferece três planos com cobertura progressiva e para três necessidades dos clientes. São estes:

Plano Standard: valor de R$ 1,90/mês

  • Coberturas
  • Perda, roubo ou furto do cartão: R$ 3 mil;
  • Saque ou compra por coação: R$ 3 mil;
  • Sorteios mensais de R$ 5 mil.

Plano Plus: valor de R$ 3,40/mês

  • Coberturas
  • Perda, roubo ou furto do cartão: R$ 6 mil;
  • Saque ou compra por coação: R$ 6 mil;
  • Sorteios mensais de R$ 5 mil.

Plano Premium: valor de R$ 5,40/mês

  • Coberturas
  • Perda, roubo ou furto do cartão: R$ 10 mil;
  • Saque ou compra por coação: R$ 10 mil;
  • Sorteios mensais de R$ 10 mil.

Além das coberturas, os segurados possuem direito a um título de capitalização preamiável, chamados de número da sorte. A validade acontece durante todo o período de vigência do seguro.

O seguro Cartão Mais Protegido tem validade por 12 meses, contados após a contratação — desde que sejam realizados os pagamentos de todas as mensalidades do serviço.

A renovação acontece de forma automática e por igual período. A exceção é quando existir uma manifestação contrária por parte do cliente.

O que o seguro Cartão Mais Protegido não cobre

Alguns riscos são excluídos da cobertura do seguro. São estes:

  • Erros ou falhas sistêmicas dos estabelecimentos onde foram feitas as compras;
  • Extravio ou roubo de informações do cartão enquanto ele estiver sob custódia do emissor, correios, serviço postal ou em trânsito;
  • Fraude eletrônica;
  • Fraude, má fé, ação ou omissão do beneficiário ou de seu representante legal para ter acesso a cobertura do seguro;
  • Perda do cartão juntamente com as senhas de acesso;
  • Perdas decorrentes de clonagem, falsificação ou cópia não autorizada do cartão,
  • Prejuízos decorrentes de estelionato, extorsão e apropriação indébita;
  • Prejuízos maiores do que a cobertura da apólice;
  • Roubo ou furto em que o beneficiário não seja a própria vítima;
  • Saldo devedor de compras realizadas em data anterior a do boletim de ocorrência;
  • Saques em cartões de débito e crédito que não exijam utilização de senha, ex: compras por aproximação;
  • Saques ou compras feitas por meio de cheque, internet, telefone, ainda que sejam realizados sem o consentimento;
  • Taxas de inscrição, anuidade, encargos contratuais e demais tarifas do cartão;
  • Transações acima do limite de crédito aprovado ou do limite de saque diário do cartão;
  • Transações feitas após a comunicação da perda, furto ou roubo do cartão (sendo assim, o cliente deve bloquear o cartão para evitar que novas compras sejam feitas);
  • Transações feitas sem o conhecimento ou autorização do titular sem que tenha ocorrido o roubo, furto ou perda do cartão.

Cartão Mais Protegido do Banco Inter vale a pena?

O proveito do Cartão Mais Protegido dependerá das necessidades do interessado. Para quem deseja ter coberturas essenciais — e por um valor baixo —, este serviço pode ser considerado.

Apesar disso, vale destacar que alguns riscos não fazem parte da cobertura. Caso alguns dos pontos excluídos do seguro forem imprescindíveis para a pessoa, vale considerar outras opções disponíveis no mercado.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.