Nem a Black Friday salvou: vendas no varejo em novembro tiveram baixo crescimento

Em novembro, o volume de vendas no varejo brasileiro cresceu 0,6%, em comparação ao mês de outubro. Apesar da alta, a maioria das atividades tiveram resultado negativo no período. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na última sexta-feira (14).

Nem a Black Friday salvou: vendas no varejo em novembro tiveram baixo crescimento
Nem a Black Friday salvou: vendas no varejo em novembro tiveram baixo crescimento (Imagem: Montagem/FDR)

No acumulado anual, o varejo local registra aumento de 1,9%. Nos últimos 12 meses, o crescimento também foi de 1,9%.

Das oito atividades pesquisadas pelo instituto, cinco tiveram taxas negativas em novembro. Apesar disso, o varejo evoluiu no mês — puxado, principalmente, pela evolução de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,9%).

Ainda houve avanço em artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (1,2%) e outros artigos de uso pessoal e doméstico (2,2%).

Por outro lado, o volume de vendas de imóveis e eletrodomésticos caiu 2,3%. Outras atividades negativas foram a de tecidos, vestuário e calçados (-1,9%), combustíveis e lubrificantes (-1,4%) e livros, jornais, revistas e papelaria (-1,4%).

Já a atividade de equipamentos e material para escritório, informática e comunicação apresentou estabilidade, com redução de -0,1%.

Black Friday menos intensa afetou aas vendas no varejo em novembro

O gerente da pesquisa, Cristiano Santos, afirma que foi observada “uma Black Friday muito menos intensa, em termos de volume de vendas, do que a de 2020”. Há dois anos, segundo ele, o período de promoções foi melhor, em especial para as principais cadeias do varejo.

Conforme o gerente, em parte, o motivo do desempenho fraco foi devido à inflação. Ele também cita a alteração no perfil de consumo. Isso porque algumas compras foram feitas em outubro — ou até mesmo no primeiro semestre.

Na ocasião, Santos lembra que “houve maior disponibilidade de crédito e o fenômeno dos descontos. Isso adiantou de certa forma a Black Friday para algumas cadeias”. Anualmente, a Black Friday é realizada na última sexta-feira de novembro.

Desempenho no comércio varejista ampliado em novembro

Já no comércio varejista ampliado, o IBGE informa que, em novembro, o volume de vendas foi de 0,5%, em comparação a outubro.

O resultado foi impulsionado pelas taxas positivas de veículos, motos, partes e peças (0,7%) e material de construção (0,8%). No mês anterior, o desempenho tinha sido de -0,4% e -0,8%, respectivamente.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.